Primeiras Impressões – V

V

Com a estréia de V, fechamos as estréias do Fall Season da tevê americana, o canal ABC parece ter acertado com toda a mídia em torno da série, um remake de uma minissérie dos anos 80. Claro que é muito cedo para festejar, a premiere teve uma audiência excelente para o canal (quase 14 milhões), se não me engano a melhor de uma estréia neste temporada 2009/10, no entanto, a série apresenta alguns problemas bastante similares de outros shows do canal, especializado em drama novelizados, bons personagens somente no rascunho.

Para quem não conhece o argumento da série, que também era da minissérie na qual se baseou, é mais ou menos isto, ela mostra a chegada dos Visitors, alienígenas que anunciam ter intenções amigáveis, necessitam de fontes naturais nossas mas podem nos ajudar com conhecimentos tecnológico e cura de doenças,  mas no fundo planejam dominar o planeta Terra, e para aumentar a conspiração, algums já vivem entre nós.

O melhor do episódio piloto com certeza é a produção caprichada, de encher os olhos mesmos, e o bom elenco selecionado distribuído em papéis com potencial dramático para a série, como um padre (Joel Gretsch, de The 4400) envolvido na Resistência contra os V (assim fica conhecidos os alienígenas, visitors). Não dá para se empolgar muito afinal, serão somente 4 episódios neste ano, o restante da temporada ficou para 2010, lembrando que a série estrearia somente no midseason e acabou sendo adiantada devido à alta expectativa da sua estréia.

Apesar de ritmo ágil e acelerado de seu bom piloto, num episódio um pouco mais extenso que o habitual, uns 46 minutos, V apresentou um roteiro muito corrido e superficial em determinados momentos, além de dispensar os momentos de alta glicemia (tão comuns nas séries, atualmente), não mostraram as consequências imediatas da chegada dos alienígenas, principalmente, no mundo político, e as investigações da personagem Erica (minha querida Juliet, de Lost) rapidamente levaram-na ao grupo de resistência, sem ao menos monstrarem quem são aquelas pessoas e como o grupo se formou tão rapidamente.

Claro que pode ser que estas questões sejam futuras storylines na série, mas mesmo sendo um série de aventura/ficção científica, V pode aproveitar o sucesso de outro remake sci-fi, Battlestar Gallactica, para expandir o argumento inicial num grande show mesclando conspiração, thriller, drama, ação e ficção cientifíca.

Tags: ,

Uma resposta to “Primeiras Impressões – V”

  1. netiteve Says:

    Gostei dessa nova versão de V.

    O melhor foi terem alterados todos os personagens e a essência da série não se perdeu.

    Creio que um dos motivos de terem feito um episódio corrido é que a premissa da série é sabida por muitos e pra quem não sabe se tornaria banal, pelo tema tão batido das invasões.

    E afinal, V não é sobre invasão, é sobre dominação. Parece igual mas não é.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: