Destaques da Semana em DVD (11 à 15/01)

Se Beber, Não Case: sem muito estardalhaço esta comédia chegou de surpresa nos cinemas, sem nenhum grande nome no elenco, e estourou se tornando a melhor comédia do ano, tanto pela bilheteria quanto pelas críticas, divertida e sem noção, principalmente para o público masculino adulto. Na trama, Doug vai com três amigos para Las Vegas, dois dias antes de seu casamento, para passar uma noite inesquecível. Mas quando os três padrinhos de casamento acordam no dia seguinte, explodindo de dor de cabeça, não conseguem se lembrar de nada. O luxuoso quarto de hotel está um caos e o noivo simplesmente desapareceu. Sem a menor ideia do que pode ter acontecido e correndo contra o tempo, o trio precisa refazer os passos da noite anterior até descobrir quando as coisas começaram a desandar e, de preferência, levar Doug de volta a Los Angeles a tempo para o casamento. O problema é que, quanto mais eles descobrem, mais percebem o quanto estão encrencados.

A Órfã: suspense que aparentemente banal conseguiu chamar a atenção pelo clima tenso e trama intrincada, que prende a atenção do público, tem no elenco bons nomes como, Vera Farmiga (Infiltrados e Amor sem Escalas) e Peter Sarsgaard (A Chave Mestra e Soldado Anônimo). Na trama, John e Kate passam por uma tragédia na família. A perda de um de seus filhos faz com que, embora ainda tenham outros dois – Daniel e Joyce -, resolvam procurar ajuda de um orfanato a fim de adotar mais uma criança. Mesmo depois de alertados das dificuldades de se adotar crianças já crescidas, a aparente maturidade e carisma de Esther os conquista prontamente. A menina, no entanto, mostra-se maléfica, levando toda a família à loucura.

Novidades no Amor: comédia romântica que serve de veículo para a beleza, já madura da morena Catherine Zeta-Jones, senhora Michael Douglas, que andava meio sumida dos cinemas. Aqui seu par é o improvável ator/comediante Justin Bartha, conhecido pela franquia A Lenda do Tesouro. Na trama, após um divórcio agitado, Sandy, uma bela quarentona com dois filhos, resolve recomeçar a vida em Nova York. Entre o novo trabalho, as crianças e a academia, Sandy não tem tempo para nada. Quando contrata Aram, um rapaz de 24 anos, para ser “o” babá das crianças, sua vida dá outra reviravolta, pois Aram parece ser tudo o que Sandy precisava: ele traz novidades, a faz se sentir jovem, bonita e valorizada. Mas, ao mesmo tempo, Sandy vive a insegurança desta nova relação. A partir daí começam as maiores confusões quando ela tenta ficar com um cara bem mais novo e cuidar das crianças ao mesmo tempo.

Matadores de Vampiras Lésbicas: confesso que mesmo original e cômico pela própria proposta e sinopse esperava um pouco mais desta comédia inglesa, um roteiro mais na linha do impagável Todo Mundo Quase Morto, aqui, o roteiro peca pelo quase amadorismo dos diálogos e, claro, pelas poucas cenas das vampiras lésbicas. Na trama, os amigos Fletcher e Jimmy, dois azarados, decidem passar um feriado no campo para fugir de seus problemas. Chegando a um remoto vilarejo, são conduzidos pelo povo local a um lugar afastado, para servirem de sacrifício humano. A cidade sofre de uma maldição lançada por Carmilla, a Rainha Vampira Lésbica, que acomete as belas meninas de 18 anos que passam por ali. Ao cair da noite, as beldades revelam seu gosto por sangue, e pela carne uma das outras. Para salvar suas vidas, os dois amigos terão que superar seus medos e suas fantasias para se tornarem matadores de vampiras.

Se Nada Mais Der Certo: filme de Jose Eduardo Belmonte, A Concepção, que ganhou bastante elogios da crítica no ano passado, o drama conta com Cauã Reymond, Caroline Abras e João Miguel no elenco. Na trama, 2006. Léo (Cauã Reymond) é um jornalista que cobre eventos para jornais de fora de São Paulo, cidade em que vive. Ele está com sérios problemas financeiros, piorados devido ao atraso com que são pagos os trabalhos que realiza. Ângela (Luíza Mariani) divide o apartamento com Léo e tem um filho de 6 anos, que é praticamente criado por sua empregada. Depressiva, ela fica boa parte do dia na cama e à noite sai em busca de diversão. Em uma noite Léo resolve gastar o pouco dinheiro que tem e, por acaso, encontra Ângela. Ela o apresenta a Marcin (Caroline Abras), que se veste como homem mas possui trejeitos de mulher. Logo ficam amigos e decidem beber, tendo ainda a companhia de Wilson (João Miguel), um taxista que acredita precisar de um psiquiatra. Aos poucos surge entre eles um forte laço afetivo, aumentado ainda mais quando decidem aplicar um golpe.

9 – A Salvação: animação americana lançado no ano passado que passou rapidamente pelos cinemas, não teve muito êxito em bilheterias, talvez por não ser essencialmente muito infantil ou mesmo não ter as mesmas qualidades visuais de um filme da Pixar. Na trama, em um mundo devastado pela ganância do homem, sobraram apenas máquinas e estranhos bonecos de tecido. 9 (Elijah Wood) desperta no laboratório de seu criador e, desorientado, deixa o local. Ele encontra 2 (Martin Landau), que o conserta para que possa também falar. Logo ambos são atacados por uma máquina, que leva 2 como prisioneiro. 9 encontra outros bonecos, que o levam para seu esconderijo. Lá ele conhece 1 (Christopher Plummer), líder dos bonecos, que prega que eles devam se esconder até que as máquinas deixem de funcionar. Só que 9 deseja resgatar 2 e tenta convencer outros bonecos a ajudá-lo em sua missão.

Acima de Qualquer Suspeita: refilmagem do filme homônimo dos anos 50, sob a tutela do sumido Peter Hyms, de Fim dos Dias e Morte Súbita, lá nos anos 90, o filme chega em dvd inédito nos cinemas com Michael Douglas protagonizando e Jesse Metcalfe e Amber Tamblyn no elenco. Na trama, um jornalista decide assumir um assassinato que não cometeu, apenas para expor os perigos da evidência circusntancial (artifício que pode levar um inocente a ser condenado) e denunciar um advogado que manipulou provas no passado. Seu plano corre bem, até que seu amigo, a única pessoa que poderia exonerá-lo, é assassinado.

Um Amor de Verão: o diretor John Stockwell dá uma mudada de ares, depois de Turistas e A Onda dos Sonhos, e resolve fazer uma comédia dramática com a excelente atriz Susan Sarandon, mas o protagonista é Anton Yelchin, jovem ator que esteve em Star Trek e Alpha Dog. Na trama, Dorian (Anton Yelchin) é um adolescente mimado e rebelde, enviado por seus pais para passar o verão em uma pequena cidade. Lá ele conhece Grace (Eva Amurri), uma jovem estudiosa que sonha em se tornar médica. Seu sonho é ameaçado por Rhonda (Susan Sarandon), sua mãe, que prefere gastar o dinheiro da família de forma irresponsável. É quando Dorian elabora um plano para ganhar dinheiro fácil, o que atrai a atenção de Grace por possibilitar que ela realize seu sonho e pague a universidade.

Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: