Primeiras Impressões: 24 Horas – 8ª Temporada

Passados 5 episódios ou horas, exibidos em apenas 3 dias, sendo 4 episódios numa maratona de 2 dias, a 8ª temporada de 24 Horas parece ter optado por um ritmo mais lento, inicialmente, ao contrário do que vinha ocorrendo em temporadas anteriores, no entanto, sinto-me na obrigação de confessar que passados 9 anos desde o surgimento da série, não houve ninguém que roubasse o título de melhor série de ação da tevê americana!

A premissa desta temporada é a seguinte: ” em seu oitavo dia, reencontramos Jack vivendo em Nova York, desfrutando da companhia de sua filha Kim (Elisha Cuthbert) e de sua neta. A Presidente Taylor (Cherry Jones) ainda está no poder e negocia um acordo de paz com Omar Hassan (Anil Kapoor, visto em Quem Quer Ser um Milionário), um dos líderes do Oriente Médio. Tudo parece correr bem, até que Jack é contatado por um antigo informante que alega ter informações sobre um atentado contra Hassan, o que obviamente joga o antigo agente no meio de muita conspiração e tiroteios. De volta à CTU de Nova York, Jack encontra novos colegas: Dana Walsh (Katee Sackhoff, a Starbuck de Battlestar Galactica), Cole Ortiz (o engomadinho Freddie Prinze Jr.), Arlo Glass (John Boyd) e Brian Hastings (Mykelti Williamson), que está no comando das operações e uma insegura Chloe, obrigada a voltar ao trabalho após seu marido perder o emprego. Em linhas gerais é mais ou menos isto, clato que até o quinto episódio/hora o leque de possibilidades se abriu muito, já tivemos um atentado, traidores e novamente, os russos envolvidos.

A primeira crítica neste início de temporada é algumas storylines que não estão funcionando de maneira alguma, claro que sabemos que pela estrutura de tempo real os roteiristas precisam “encher” os intervalos de carro, helicóptero e outros meios de transporte com subtramas, mas ninguém merece ver a a dura-na-queda Starbuck pagando de vítima chantageada pelo namorado criminoso da adolescência, é muito chato! Em compensação, a partir do terceiro episódio vemos novamente a agente Renee Walker, agora ex-agente do FBI devido aos eventos subsequentes da temporada passada, a personagem deu uma pirada e, agora, parece a versão feminina de Jack, e ela surge na série por ter trabalhado infiltrada na máfia russa, a melhor subtrama da temporada disparado.

Claro que ainda há muito caminho pela frente, devemos ter mortes, traições, pessoas infiltradas na CTU ou no Gabinete da presidente Taylor, o de sempre da série, que se bem trabalhado pelos roteiristas deve render mais uma temporada frenética para 24 Horas que, inclusive, pode ser a última, dependendo do contrato com o ator Kiefer Sutherland.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: