Kick-Ass – Quebrando Tudo

A carreira do produtor/roteirista/diretor Matthew Vaughn está indo de vento em popa, de produtor dos filmes ingleses de Guy Ritchie (como Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes), assumiu a direção de Nem Tudo é o que Parece (que revelou Daniel Craig, James Bond atual), se aventurou em adaptar e dirigir a fantasia Stardust (que não foi tão bem de público mas, é um filme bem bacana), dispensou a direção na franquia X-Men (até retornar para assumir First Class) até chegar neste Kick-Ass, baseado numa HQ, que tem tudo para se tornar um filme cult, além de excelente entretenimento.

Talvez o grande destaque do filme seja o roteiro (Vaughn e Jane Goldman) e a direção, o filme tem os dois pés fincados na cultura pop atual e traz uma questão bastante instigante logo em sua introdução, como seria uma pessoal normal se transformar num super-herói? A primeira cena do filme já traz uma das possíveis respostas, no entanto, o Herói da película pensa diferente e resolve se arriscar, mesmo falhando não desiste tão fácil, Dave (que tem o poder de ser invisível para as garotas!!), resolve assumir a identidade de Kick-Ass e se vê envolvido numa trama de vingança entre um herói de verdade (Big Daddy) e sua filha (Hit Girl) contra um mafioso local, após um vídeo seu aparecer no youtube e fazer um sucesso danado.

Uma das mais agradáveis surpresas deste ano, Kick-Ass acerta em tudo no que se propõe, principalmente, se considerarmos que o filme não se entrega para faixa etária mais apropriada ($), teve censura de 16 anos por aqui e nos Eua, 18 anos. Consegue ser violento sem deixar de ser debochado e divertido, apela para o humor negro em quase todas as situações, inevitável pensar que o filme nos leva a pensar em Quentin Tarantino a cada sequência de ação (como não comparar Hit Girl com A Noiva, de Kill Bill). Além disso, Vaughn fez um favor a carreira de Nicolas Cage que andava em baixa há anos, seu Big Daddy é um achado, claro que fica ofuscado pela energia vibrante de Hit Girl, os vilões também funcionam, fator essencial para um filme de super-heróis funcionar.

Kick-Ass – Quebrando Tudo: 9,0

Direção: Matthew Vaughn

Roteiro: Jane Goldman, Matthew Vaughn

Elenco: Aaron Johnson, Nicolas Cage, Clark Duke, Lyndsy Fonseca, Mark Strong, Christopher Mintz-Plasse, Chloe Moretz. 117 min.

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: