Balanço da Temporada: The Hard Times of RJ Berger – 1ª Temporada

Mesmo sem grandes atrativos neste Summer Season 2010, além de velhos conhecidos como True Blood e The Closer, confesso que mesmo não sendo um fã inveterado de comédias, esta estréia do canal MTV no universo de séries se saiu muito melhor do que eu poderia imaginar. Nao eh nenhuma novidade narrativa ou um texto de gargalhar, eh somente uma leve e descompromissada comédia teen que mistura, em sua essência, American Pie e a série Anos Incriveis, seu nome: The Hard Times of RJ Berger.

Talvez o maior acerto da série tenha sido sua abordagem, aproveitando o sucesso das comédias de Judd Apatow nos cinemas, os roteiristas criaram uma série tipo “O Virgem de 40 na adolescência” lembrando outra série contemporânea Hung (da HBO, sobre o cara bem dotado). Obviamente, que nesta mistura o primeiro tema é mais explorado até pelo público alvo do canal, o dote do rapaz (o RJ Berger em questão) porem esta abordagem nem sempre esta presente na narrativa de modo prático, sendo utilizado mais como alívio cômico.

Num primeiro momento, a série usa e abusa de todos os clichês do universo teen americano, desde os eventos na  high school até a paixão do nerd loser pela cheerleader gatinha, o namorado  jogador babaca dela, o melhor amigo gordo, no entanto, acrescenta-se a isto temas como bulling, paródia à cinessérie Crepúsculo e os pais mais ninfomaníacos da história da televisão. O grupo de jovens atores, parecem mesmo jovens, não aqueles atores de 30 anos que os produtores querem que achamos que tenham 18 (né canal CW?). Assim, o canal MTV entra para o universo serializado com o pé direito, não para arrebatar prêmios mas, para buscar entreter seu publico alvo. Que venha a segunda temporada!

Tags: ,

4 Respostas to “Balanço da Temporada: The Hard Times of RJ Berger – 1ª Temporada”

  1. Andrea Gondim Says:

    Cada vez que visito um Blog que post sobre cinema, me sinto em casa. Adorei vir até aqui. Eu volto!

  2. Ze Says:

    Por favor nao compare esse (desculpe) lixo de série com Anos Incriveis, isso é um absurso.

    Embora essa seja minha opiniao particular, vc com certeza tem a sua e eu respeito, convenhamos, uma nao tem nada a ver com a outra.
    Meu comentário nao é nada com sua pessoa, nem com a série, mas com a comparação. Não é minha intenção ofender ninguem, ok?

  3. Paulo Jr Says:

    Seja bem-vinda e volte sempre!

  4. Paulo Jr Says:

    Zé, em momento algum me sinto ofendido pelas suas palavras, é sua opnião e vc deixa isso claro. Porém, não sei se me fiz claro, nunca compararia o humor escrachado e teen de RJ Berger com o excelente roteiro, atores e trilha de Anos Incríveis, uma das minhas séries prediletas “ever”, pra vc ter uma idéia eu acompanhava a série tendo a mesma idade de Kevin Arnold, então era uma identificação ímpar. Minha comparação se estabelece mais pelo retrato do universo adolescente, cada um em sua devida época, seus melhores amigos e pais presentes e a narrativa em off do protagonista.
    Abs!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: