Primeiras Impressões: The Walking Dead

Acabei esperando mais uma semana para fazer um Primeiras Impressões sobre a nova série do canal AMC, quem não liga o nome a pessoa, é o canal mais premiado da tevê americana atualmente exibindo séries como Mad Men, Breaking Bad e a recente Rubicon, infelizmente já cancelada. Como podemos observar o canal chegou para bater de frente com a qualidade artística da HBO e, até tem conseguido vencer o canal nas premiações nos últimos anos. Mais o que mais chama a atenção é o gênero que o canal AMC abraçou com o lançamento de The Walking Dead, baseado numa HQ, com adaptação do excelente diretor Frank Darabont que, inclusive, dirigiu o magnífico primeiro episódio. Após os dramas pesados com contextos específicos temos o retorno do terror ao horário nobre, claro que se formos observar os primeiros episódios vemos, claramente, que a abordagem da série serão os personagens, mas o seres horrripilantes estão lá sempre presentes como perigo iminentes para os sobreviventes.

Talvez esta seja uma resposta do canal AMC para o sucesso no qual se transformou True Blood na HBO, uma série com temática fantástica e tendência ao bizarro que conquistou um grande público trazendo o gênero de volta para a televisão, para o bem e para o mal (vide o fracasso recente de The Gates, do canal ABC)! No entanto, o que podia se transformar em filmes episódicos de Romero, diretor criador das regras de filmes sobre zumbis desde os anos 70, The Walking Dead parece que terá uma linha narrativa bastante promissora, apostando em personagens vivendo no limite de convivência com diferentes seres humanos, à procura de sossego, alimento/água e um local imune à chegada dos zumbis. Ainda não sabemos como tudo ocorreu e, nem sei ao certo se isto é necessário ser mostrado, porém notamos que o convívio entre os personagens vive no limite da tensão, tanto que até agora as atitudes mais chocantes vieram dos próprios humanos e não de um ataque dos zumbis.

Espero que os personagens consigam ser bem trabalhados e tenham interessantes storylines, como desconheço a trama da HQ não sei antecipadamente os eventos que marcarão esta primeira temporada de seis episódios, com garantia de produção de uma segunda temporada. O que já podemos é elogiar o trabalho técnico da série, maquiagem perfeita de impressionante realismo, a fotografia também é um espetáculo, digna de grandes filmes. Para não dizer que não há um senão, tanto a interprete quanto a personagem de Sarah Wayne Callies (dra. Sara Tancredi, de Prison Break), Lori Grimes, esposa do herói da série, Rick Grimes, me preocupam, a storyline dela se envolvendo com o melhor amigo do marido é muito clichê e não sei se roteiristas conseguiram fugir do banal, além disso, a atriz sempre me parece a mesma personagem.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: