Balanço da Temporada: C.S.I. – 11ª temporada & C.S.I. New York – 7ª temporada

A temporada 2010/2011 foi uma temporada atípica para ambas as séries, que já passaram por melhores momentos: foi uma temporada de reínicio para CSI New York, que perdeu sua co-protagonista (Melina Kanakaredes) de maneira súbita sem, ao menos, um episódio de despedida, e migrou das noites de quarta-feira para as temíveis sextas, acredito que a audiência foi consideravelmente boa (por volta dos 10 milhões), o problema é a audiência qualificada (que interessa aos anunciantes) sempre abaixo dos 2 pontos, mesmo assim, uma das maiores na noite de sexta no geral; já a veterana CSI também tem tido problemas de elenco, a substituição do elenco original não foi conduzida de maneira acertada (sai Grisson, sai Sarah, sai Warrick, entra Langston, entra Adams, volta Sarah e sai Adams) e as duas últimas season finales, focadas no personagem Raymond Langston, renderam episódios discutíveis, bem longe da tensão de season finales como a dirigida por Tarantino ou mesmo a do Assassino em Miniaturas em temporadas passadas.

Claro que nem estou comparando as duas séries, para mim, CSI (original) é imbatível, já foi um dos melhores dramas da televisão americana, tem melhores personagens e consegue desenvolver melhores roteiros (quem sabe seja a equipe de roteiristas da série que faça a diferença em relação as suas co-irmãs). O que anda pecando na série é esta obsessão do arco entre o csi Robert Langston e o assassino em série Nate Haskell, desde a entrada do personagem Robert Langston, lá na nona temporada, os roteiristas não conseguiram finalizar este arco dramático do personagem, insistem em querer retratar um lado sombrio do personagem que, sinceramente, é uma ideia muito clichê atual (Batmanfeelings). No mais a temporada, teve altos e baixos, episódios com um caso (predileção minha) e outros com dois, participação de Justin Bieber (num arco que também poderia ser melhor desenvolvido), casos bizarros envolvendo tubarões, dinossauros e colecionadores, e a entrada de uma figura ímpar, sqweegel, que acreditava que teria retorno nesta temporada, afinal o caso ficou em aberto, no entanto até agora nada mais foi falado, misterio!

Melhor episodio: Sqweegel

Quanto à CSI:NY, quase abandonei a série neste intervalo das temporadas, justifico, mesmo gostando da parte técnica demonstrada na série, com inúmeros aparelhos e técnicas científicas auxiliando o trabalho dos peritos, os roteiros da série tendem a pesar demais o lado dramático das tramas (e fora que dá a impressão que todos os casos policiais de NY foram investigados por Mac). Mesmo assim, é imperdoável o que ocorreu neste início de 7 temporada, a saída repentina da atriz Melina Kanakaredes, resultou num momento constrangedor dentro da série onde ela deixa uma carta para uma das personagens narrando o motivo de sua saida, sendo que tal carta foi lida pela personagem não pela atriz, um total desrespeito com os fãs da atriz e da personagem  que, afinal de contas, era co-protagonista; menos mal que Sela Ward e sua personagem Jo foram uma brisa de bom humor no laboratório de New York, sempre tão sisudo e sério, assim como Mac. Acredito que os roteiristas deveriam retirar o tom dramático de todos os casos policiais e apostar em arcos envolvendo os demais personagens, tão coadjuvantes nesta temporada.

Melhor episodio: Vigilante.

Tags: , , ,

3 Respostas to “Balanço da Temporada: C.S.I. – 11ª temporada & C.S.I. New York – 7ª temporada”

  1. myckaella almerinda correa Says:

    acho que a saida da atriz melina kanakaredes prejudicou muito a serie cis:ny mas mesmo assim a serie esta otima

  2. larissa correliano Says:

    Estamos na 6 temporada, faltam 2 episodios pra acabar.
    Eu amo stella bonasera (melina kanakaredes) não sei o que vai se de mim sem ela, no meu celular só tenho foto dela e da equipe.
    Só não gosto da jô (sela word), porque ela substitui a stella bonasera.
    Todo semana de segunda,terça,quinta e sexta tem csi ny.Brigava com minha familia inteira pra mim deixar assistir,agora eu parei porque assito no celular quando a minha mãe não deixa.
    Moro em ibitinga,Larissa 14 anos VIvO DE CsI:NY.

  3. nayrane monroe messer Says:

    sinceramente eu amo csi:ny,mas os roteiristas deviam focar mais nos outros personagens da serie,ja que o alvo de todas as investigações e detalhes nos problemas pessoais é sempre Mac taylor…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: