Balanço da Temporada: The Killing – 1ª Temporada

***spoilers

Sinceramente, compreendo a revolta dos espectadores com o final de temporada de The Killing, se não me engano, a série foi vendida como uma série policial que iria investigar o assassinato de Rosie Larsen durante seus treze episódios, e que a série teria um caso por temporada caso fosse renovada; lendo o blog de Fernanda Furquim fiquei sabendo que na série original, sueca, o caso continuou sendo trabalhado durante a segunda temporada, logo quando anunciaram a renovação pelo canal AMC, desconfiei que o mesmo podia acontecer na versão americana, de imediato, com o gancho final do penúltimo episódio achei que isto não ocorreria, porém, a escolha equivocada dos produtores se confirmou, agora vão ter que lhe dar com as críticas generalizadas que a série vem recebendo (até mesmo a crítica especializada americana também reclamou bastante da season finale, que pode influenciar a temporada de premiações)!

Faço duas leituras da temporada: 1ª) a série teve 13 episódios com qualidade muito superior ao que o gênero atualmente apresenta, sim estou falando dos demais dramas de procedimento, do qual sou fã da maioria, então posso falar, The Killing trabalhou o investigação criminal de maneira genial, lenta e sem dinâmica alguma, como acontece na vida real, buscou ser verossímil, logo seu desfecho foi um equívoco de um produto comercial, realizado para dar lucro (a busca pela continuidade), mas não faz os episódios anteriores serem menos bons em função disso; 2ª) o grande problema para mim deste quase desfecho da trama foi a suposta reviravolta injustificada (por enquanto) do personagem Holder, o sujinho da Narcóticos, que sofreu na mãos da correta de Sarah, sempre contida e observadora, teve seu revelado em episódios passados, não era a reunião do AA? Como assim, ele pode simplesmente planta uma prova cabal da investigação a esta altura do campeonato, se ele estivesse mal intencionado ele já não poderia ter interferido em algum momento anterior? Esta revelação vai contra tudo o que os produtores trabalharam durante a temporada, onde olhares, atitudes e relacionamentos tinham um porque dentro do arco de cada personagem.

Personagens, estes, o maior acerto da série! Cada personagem teve sua importância em algum momento da série, ajudando ou não a investigação criminal com alguma nova informação, depoimento ou mentiras, claro que o núcleo político foi o maior sacrificado em virtude da eterna suspeita que deveriam levantar, os personagens deste núcleo ficaram meio ambíguos demais, inclusive o vereador com cara de coitado. No entanto, tanto Mireille Enos, protagonista e elo de ligação entre os núcleos, quanto Michelle Forbes, a mãe que não sabe lhe dar com seu luto, foram um show à parte; Forbes me surpreendeu depois de vê-la em In Treatment e True Blood, aqui, mais contida e soturna, seu sofrimento era palpável, já Mireille Enos, grata surpresa, não conhecia a atriz (parece que era coadjuvante em Big Love), soube criar uma personagem riquíssima junto ao roteiro, diga-se de passagem, desde já nome certo na temporada de premiações (se a série não sofrer com a repercussão da finale). Outro “personagem” que esteve todo momento presente foi a chuva incessante de Seattle, ambiente perfeito que parece oprimir os personagens e criar, ainda mais, uma clima de mistério e isolamento na série.

Melhor episódio: Piloto

Tags: , , , ,

Uma resposta to “Balanço da Temporada: The Killing – 1ª Temporada”

  1. Jdmakarios Says:

    Concordo com o comentário. Terminar uma série sem um desfecho digno de todo o caminho construído é frustrante.
    É uma pena ter que esperar tanto tempo para ver o que acontecerá de verdade com os personagens. Poxa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: