Destaques da Semana em DVD (12 à 16/09)

A GAROTA DA CAPA VERMELHA: não há muito o que comentar sobre A Garota da Capa Vermelha, uma bobagem sem tamanho da diretora Catherine Hardwick, tentando refilmar, pois o termo é bem este, Crepúsculo. Chega a ser constrangedor o que é mostrado em cena, e para piorar, temos um desperdício de elenco coadjuvante com nomes como Julie Christie, Gary Oldman e Virginia Madsen. Na trama, Valerie, uma bela garota ligada a dois homens. Está apaixonada pelo melancólico forasteiro Peter, porém seus pais a prometeram em casamento ao rico Henry. Inconformados com a situação, Valerie e Peter planejam fugir, até que tomam conhecimento de que a irmã mais velha de Valerie foi morta pelo lobisomem que vaga pela escura floresta que rodeia o vilarejo onde moram. Ao longo de anos, as pessoas mantiveram uma difícil trégua com a fera, oferecendo-lhe mensalmente um animal em sacrifício. Mas sob uma lua cor de sangue, o lobisomem desrespeita o acordo, tirando uma vida humana. Sedenta de vingança, a população recorre a um famoso caçador de lobisomens, o padre Solomon, com a intenção de matar o monstro. Ocorre que a chegada de Solomon provoca conseqüências inesperadas, pois ele alerta que o lobisomem assume forma humana durante o dia, podendo ser qualquer um deles. O número de mortes cresce a cada lua, e Valerie começa a desconfiar que o lobisomem pode ser alguém que ela ama.

QUALQUER GATO VIRA-LATA: comédia nacional que passou rapidamente pelos cinemas, sem muito alarde, possivelmente por tentar ser mais uma comédia com selo Globo Filmes, sem se preocupar com a qualidade do roteiro e elenco (figuras tarimbadas das novelas globais), pensando que o filme é baseado numa peça de teatro bastante famosa, onde será que ocorreu o equívoco? A trama acompanha um divertido triângulo amoroso em que Tati (Cleo), uma jovem abandonada por Marcelo (Azevedo), busca ajuda com Conrado (Salvador), um cético professor de biologia. Ele sugere uma mudança de comportamento para que Tati possa reconquistar o namorado. Tudo baseado nas atitudes dos animais, já que na maioria das espécies as fêmeas são recatadas e, os machos, audaciosos. Tudo vai bem até que o professor também se apaixona por ela.

PIRATAS DO CARIBE 4: NAVEGANDO EM ÁGUAS MISTERIOSAS: pode ter feito mais uma exorbitante bilheteria, principalmente em mercados emergentes, mas ninguém me tira da cabeça que esta nova aventura do capitão Jack Sparrow, que há muito perdeu o frescor, passou em branco no quesito repercussão! Na trama, o Capitão Jack Sparrow retorna em mais uma aventura cheia de ação sobre verdade, traição, juventude e legado. O capitão começa sua jornada quando cruza com uma mulher de seu passado (Penélope Cruz), a filha do lendário Barba Negra. Sparrow está em busca da Fonte da Juventude, e não sabe se a relação deles é amor, ou se ela apenas é uma cruel golpista que quer saber como chegar à fonte. No navio de Barba Negra, Sparrow se preocupa em quem deve ficar se olho: em seu antigo amor, ou em seu grande rival, o Barba Negra.

REPÓRTERES DE GUERRA: drama sobre bastidores de guerra sob a perspectiva de repórteres em campo, direção de um desconhecido sul-africano, mas que conseguiu reunir um elenco jovem bacana com nomes como Ryan Phillippe, MAlin Akerman e Taylor Kitsch (da série Friday Night Lights). Esta é uma história real de um grupo de jovens repórteres de guerra – Greg Marinovich, João Silva, Kevin Carter e Ken Oosterbroek – unidos pela amizade e pelo senso com o propósito de contar a verdade. Eles arriscam as suas vidas para contar ao mundo toda a violência e brutalidade nas primeiras eleições livres na África do Sul após o fim do regime de Apartheid South Africa. Este período intenso da política mundial tornou-se o maior de seus trabalhos (dois deles receberam o Pulitzer), mas o preço que eles pagaram foi muito alto. Baseado no livro The Bang Bang Club escrito por Marinovich e o brasileiro João Silva, é um emocionante trabalho que expõe os riscos de quem busca a verdade.

NAMORADOS PARA SEMPRE: drama que ficará conhecido do grande público por seu absurdo título nacional e lançamento em pleno Dia dos Namorados, uma pegadinhas para os casais enamorados. Já para os fãs de cinema mais um exemplo de uma proposta muito bem executada pelo diretor e pelos protagonistas, mas confesso que o filme mexe de uma maneira bastante forte com o espectador, fica muito difícil não se identificar com o retrato de um casamento em ruínas. Um retrato íntimo de um relacionamento que está em franca desintegração. Com um romance outrora cheio de paixão, Cindy (Michelle Williams) e Dean (Ryan Gosling) são casados e têm uma filha de cinco anos. Na esperança de salvar seu casamento eles reservam um quarto no motel, relembrando anos atrás quando se conheceram, se apaixonaram e fizeram seus primeiros planos cheios de vida e esperança. Se movendo de forma fluída entre o passado cheio de juventude e o presente da vitalidade da vida adulta, o filme se desdobra como um dueto cinematográfico cujo refrão pergunta sem parar: “para onde foi o nosso amor?” A resposta para esta pergunta está dispersa no tempo e nos personagens.

A CASA: milagrosamente um filme de gênero uruguaio chega em nosso circuito exibidor, não sendo um filme arte  por natureza. Claro que o marketing em cima de um filme sem cortes é questionável, mas sempre acho enriquecedor observar o cinema mais comercial produzido aqui na América do Sul, até como saída para o cinema nacional atual, quase sempre dependendo de comédias globais para fazer sucesso. Baseado em um caso real que aconteceu em 1944 numa antiga fazenda, onde encontraram os corpos de dois homens brutalmente torturados. As fortes fotografias encontradas foram a chave para resolver este crime sangrento.

SOUL SURFER – CORAGEM DE VIVER: apesar de ser distribuído pela Sony facilmente Soul Surfer encontraria espaço na grade de distribuição da Disney, drama familiar baseado em fatos reias que mostra o sacrifício de uma jovem esportista para superar um limite físico imposto pela vida, descrição clichê. Mas a trama é bastante econômica no conteúdo emotivo, não há grandes cenas dramáticas, menos mal, pois a produção reuniu um bom elenco com nomes como Dennis Quaid, Helen Hunt (sumida!), a cantora vencedora do Amrican Idol, Carrie Underwood (com um papel na medida para sua estréia) e a jovem talentosa AnnaSophia Robb (de A Fantástica Fábrica de Chocolate e Ponte para Terabítia). A história real de uma surfista adolescente chamada Bethany Hamilton, que perdeu um dos braços em um ataque de tubarão. Corajosamente, ela venceu todas as dificuldades e tornou-se uma campeã novamente, graças à sua determinação férrea e a uma fé inabalável. Após o acidente em que perdeu o braço, e quase a vida, ela transforma a sua perda em um presente para outras pessoas.

THOR: não sendo conhecedor do universo mitológico de Thor (somente com informações básicas), achei o filme bem “meia-boca”, naõ curti a divisão dos mundos no filme, o reino de Asgard é muito over, inclusive as inserções shakepeareanas (não sei se em função do diretor ou já existentes no mundo do herói), não entendo a necessidade de plantar o filme na atualidade (mesmo problema de Lanterna Verde), deixando o roteiro muito solto ao tentar unificar as diferentes dinâmicas. Nem preciso dizer que não gostei do vilão, que permanece em Os Vingadores, e do desperdício de Natalie Portman no elenco, em pleno ano que ganhou seu Oscar! A aventura épica se inicia no planeta Terra nos dias de hoje até reino de Asgard. O Poderoso Thor é um arrogante guerreiro cujas ações intempestivas despertam uma guerra antiga. Como castigo, Thor é enviado à Terra e forçado a viver entre os mortais. Uma vez aqui, ele aprende o que significa ser um verdadeiro herói, depois que o vilão mais poderoso de seu mundo envia as forças negras de Asgard para invadir o planeta.


Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: