Primeiras Impressões: Terra Nova, Pam Am e Hart of Dixie

Faltando poucas séries para terminar a maratona de Primeiras Impressões da Fall Season (somente tendo como exceção de Charlie’s Angel):

  • Terra Nova, com certeza, foi a maior decepção para mim até agora, um episódio duplo de 20 milhões de dólares que nos faz pensar onde foi investido o dinheiro (fora que tá difícil de aturar o chroma key nesta temporada). Não admito que quase vinte anos depois uma série não consiga atingir, com um mínimo de qualidade, os efeitos utilizados em Jurassic Park, pois se não é possível fazê-lo, não se produza! Simples! No entanto, este ainda não é o maior problema da nova série produzida, entre outros, por Spielberg (também responsável pela bobagem Falling Skies), o roteiro é uma das coisas mais constrangedoras que pude assistir ultimamente (sempre comparando com os demais dramas, não faço comparações com as sitcoms), futuro apocalíptico, sociedade sendo montada numa nova realidade, um grupo de rebeldes, um mistério envolvendo o filho do chefão (figura ambigua), o filho rebelde burro, o pai querendo uma nova chance com a família e a filha nerd que não sabe flertar, e por aí vai! Dá para acreditar? Uma pena, a série poderia criar um aventura interessante, levantar questões de convívio social para não repetir o erro do futuro, o recomeçar familiar em condições selvagens. No elenco, os nomes mais conhecidos são Jason O’Mara (da fracassada Life on Mars US e com participações em The Closer) e Stephen Lang (Avatar), mas ninguém consegue um destaque neste fraco piloto!
  • Pam Am é a aposta do canal ABC para arranjar uma “Mad Men”, aqui sai a agência de publicidade e entra os bastidores das aerolíneas Pam Am, em pleno 1963, comparando com a série The Playboy Club (canal NBC), Pam Am tem um piloto mais interessante pois aposta mais no clima dos anos 60, quando aeromoças e pilotos eram endeusados. Estranho que o nome mais conhecido do elenco, Christina Ricci, pouco tem a fazer em cena, parece somente que mora com uns socialistas, no mais temos duas irmãs que fugiram do seu núcleo familiar, uma aeromoça que trabalha como espiã, um piloto que perdeu sua namorada, outra aeromoça, dada como desaparecida (esta storyline tambem ficou bem “meia-boca”, esta incrível necessidade das séries criarem um mistério no episódio piloto anda bem irritante!). No mais é observar como os roteristas farão para contar as tramas utilizando apenas com as decolagens e pousos das aeronaves da Pam Am como ponto de partida. Obs.: também nao gostei do excesso de chroma key utilizado nos voos!
  • Hart of Dixie, contrariando qualquer expectativa que tinha, o drama mais banal do canal CW, que aposta numa trama pra lá de batida, é tambem a série estreante mais gostosa de assistir! A trama retrata uma jovem cirurgia, bastante ambiciosa, que precisa correr atrás de um “estágio” clínico fora do Hospital que trabalha pois seu chefe não acredita em seus métodos, muito impessoais com os pacientes; assim ela acaba caindo numa cidadezinha do Alabama (numa interessante reviravolta do roteiro), numa pequena clinica obviamente, batendo de frente com o medico local e os habitantes rurais e costumes da cidade. Confesso que minha vontade em assistir o episódio reside no carisma da jovem atriz Rachel Bilson, que conheço não da serie The O.C (que não assistia), mas sim do filme Um Beijo a Mais, do qual tenho um carinhoso apreco! Mesmo longe de qualquer originalidade e sem grandes atrativos promissores, pretendo acompanhar a série para ver o que os roteiristas planejam para ela.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: