Um Dia

Há tanto tempo Hollywood tenta recriar um Harry & Sally – Feitos Um Para o Outro (com inúmeros exemplos, mas no momento só me vem a cabeça um mais recente, De Repente é Amor, com Amanda Peet e Ashton Kutcher), quando quem mais se aproxima do estilo da película (encontro e desencontros durante anos) foram os ingleses em Um Dia, claro que carregando mais no drama do que na comédia. Confesso que acho a proposta do filme bastante corajosa, se você não conhece o filme, ele em nada lembra, num primeiro momento, Antes do Amanhecer, que se passa num único dia, mas sim o mesmo dia durante 20 anos!

Começando no final dos anos 80, com o casal protagonista (Emma e Dexter) se formando num 15 de julho, data que vai sendo retratada durante os anos acompanhando a saga dos personagens amorosamente, profissionalmente e seus relacionamentos familiares, este plot já é curioso por si só, no entanto, o roteiro do próprio autor não consegue transmitir a passagem dos anos aos personagens de modo satisfatório e que trasmita um crescimento dos mesmos, é interessante observar como os cenários políticos/culturais também ficam à margem de qualquer citação ou influência, talvez o que mais me tenha chamado a atenção é que o roteirista considere os anos 90 um lixo! Assim, o roteiro logo cai numa armadilha decepcionante, que a passagem dos anos nem sempre tem algo interessante a ser mostrado, parece que os bons anos, aqueles que apresentam boas tramas logo acabam. Os que mais me chamaram a atenção foram quando os personagens já estão casados e se encontram presos em seus relacionamentos, inclusive, por dois personagens bem desenvolvidos, mesmo com o pouco tempo em cena, dos atores Romola Garai e Rafe Spall.

Li alguns comentários que Anne Hathaway está forçando o sotaque (inglês), mas não achei nada que me incomodasse, ela e Jim Sturgess (do filme beatle Across the Universe) estão bem em cena, auxiliados pela maquiagem competente, no entanto, não consigo ver uma química explosiva entre eles (como no caso do recente drama romântico que assisti, ainda inédito por aqui, Like Crazy, com os novatos Anton Yelchin e um dos destaques da temporada, Felicity Jones), estão somente bem no filme, até mais Hathaway por um personagem melhor resolvida!

PS. qual o motivo da sequência inicial do filme ser atemporal na linha narrativa do mesmo?

UM DIA: 6,0

Direção: Lone Scherfig

Roteiro: David Nicholls

Com: Jim Sturgess, Anne Hathaway, Jodie Whittaker, Romola Garai, Rafe Spall, Ken Stott e Patricia Clarkson.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: