Destaques da Semana em DVD/BluRay (03 à 07/06)

killerKiller Joe – Matador de Aluguel: talvez a melhor surpresa no ano passado vindo de terras americanas, mesmo tendo seu lançamento somente este ano por aqui; o afastamento do cinema “hollywoodiano” do diretor William Friedkin lhe fez muito bem, diretor clássico de filmes como O Exorcista e Operação França, para citar somente dois exemplos, nos brindou com duas pequenas pérolas nestes últimos anos, Bug (que me nego a chamar de Possuídos, com Ashley Judd fenomenal) e Killer Joe (também dispenso o subtítulo nacional), onde Friedkin retrata personagens riquíssimos, claro que no mal sentido de comportamento social, em uma situação bizarra num ambiente mais bizarro ainda, lembrando filmes da filmografia dos irmãos Coen, imperdível. Além disso, Friedkin consegue comprovar que Matthew McConaughey pode ser um bom ator e nunca mais olharei para uma coxinha de frango na mesma maneira! Na trama,  Chris Smith (Emile Hirsch) procura seu pai Ansel (Thomas Haden Church) com uma proposta: matar sua mãe Sharla (Gina Gershon), de quem Ansel é separado. Assim, eles podem resgatar um seguro de vida que está no nome de sua irmã mais nova, Dottie (Juno Temple). Assim, contratam o matador Joe Cooper (Matthew McConaughey), mas, como não têm dinheiro para pagar o serviço à vista, ele exige um depósito: Dottie.

osmiseraveisOs Miseráveis: fazia algum tempo que não via uma adaptação de Os Miseráveis, digo isto pois, não lembrava de detalhes de sua trama, lembrava mais da obsessão de Javert por Valjean e claro, como musical, da música interpretada por Fantine, assim digo, mesmo o diretor Tom Hooper se mostrando mais uma vez um diretor com limitações, não sabendo filmar elegantemente uma trama clássica, tentando incorporar maneirismos de Baz Luhrmann, o que não consegue, a trama de Os Miseráveis consegue andar com as próprias pernas (talvez por se tratar de um novelão assumidamente) e contar com alguns acertos no elenco (o que não inclui Russell Crowe). Na trama, França do século 19, o ex-prisioneiro Jean Valjean (Hugh Jackman) é perseguido há anos pelo implacável policial Javert (Russell Crowe), depois que ele violou sua liberdade condicional ao roubar os candelabros de prata da igreja. Anos depois, agora rico e com uma nova identidade, Valjean conhece Fantine (Anne Hathaway), uma de suas ex-funcionárias de sua fábrica, que implora a ele que cuide de sua filha Cosette (Isabelle Allen). O encontro entre os dois muda suas vidas para sempre.

joaoemariaJoão e Maria: Caçadores de Bruxas: nossa! me avisem quando esta modinha de adaptação de fábulas passar, pois ainda não deu para salvar um único filme da safra que todos os estúdios americanos tentam pegar onda! Aqui, parece aqueles filmes B, tamanha falta de investimento da produção, lembrando que a maquiagem das bruxas parecem de episódios de Power Rangers. Nem mesmo o elenco consegue salvar o filme, não sei como Jeremy Renner, que anda tendo a oportunidade de participar de grandes filmes americanos (tanto de repercussão com a crítica quanto de bilheteria) aceitou participar desta barca furada! Na trama, depois de pegarem um gostinho por sangue quando crianças, João (Jeremy Renner) e Maria (Gemma Arterton) se tornaram vigilantes extremos, determinados a defender seu povo. Agora, sem que eles saibam, João e Maria passam a ser a caça e têm de enfrentar um mal muito maior do que as bruxas: seu passado.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: