American Horror Story – 1ª temporada (FINALIZADA)

s01e01 Piloto – No primeiro episódio somos apresentados à casa mal-assombrada e aos principais personagens. A trama começa com Vivian descobrindo que seu marido a traiu com uma aluna. O casal, disposto a dar uma segunda oportunidade para darem certo, compra a casa sem saber que ela é mal-assombrada, indo morar lá com sua filha, Violet. Mal sabem que correm o risco de não sairem vivos. Apesar de o considerar um bom episódio, confesso que Ryan Murphy e parcerias fizeram um dos pilotos mais “over” que eu vi na minha vida, nossa é muito samba do crioulo doido, a casa mal-assombrada consegue ter um porão com fetos e outras coisas em conserva e um sótão com uma roupa sadomosoquista, que já é utilizada neste mesmo episódio, tem uma menina com Sindrome de Down assustadora, uma vizinha metida (Jessica Lange, contribuindo para o “over”) e uma governanta com duas imagens. Sabem, mesmo sendo extremamente curiosa, a série ficou muito exagerada, menos mal que li comentários da jornalista Ana Maria Bahiana dizendo que passados os primeiros a série encontra seu tom. Uma coisa que não posso deixar de comentar é o bom elenco reunido, deve haver algo de bom aí!!

s01e02 Home Invasion – pelo jeito há vários tipos de assombrações da mansão, vemos outro flashback que irá nos levar para a atualidade, as bizarrices diminuiram, mas não muito! Mesmo assim, os personagens começaram a ganhar outras facetas, como a aproximação de Benjamin de sua amante, estranho! Já a filha adolescente está chata, Vivian também bastante atormentada pela sua gravidez. O que foi o ataque à mansão, não dava impressão de ser uma alucinação, legal este truque, ao final uma reuniaozinha entre Tate (o paciente fake), a Moira e Constance, uma parceria no minimo inusitada, serão assombrações também? Melhor que o anterior!

s01e03 Murder House – Ben recebe uma visita que ameaça perturbá-lo completamente, sim, aquela sua amante surge dizendo que não irá fazer aborto. Enquanto isso, Vivien investiga sobre os moradores originais da casa e a história de Constance e Moira é revelada. Assim como descobrimos quem foram os moradores originais da casa, uma história bastante perturbadora, bem ao estilo Nip/Tuk do roteirista.

s01e04 Halloween parte 1 – começamos o episódio com Ben e Viv querendo vender a casa, logo vemos os moradores anteriores da mansão, um casal gay com problemas de traição (que coincidência); na atualidade, é Halloween e a corretora do casal indica um casal de decoradores para deixar a casa com um aspecto mais comercial, principalmente se aproveitando da época. Um dos meus problemas atuais com a série é que me passa a impressão de que há mais fantasmas do que personagens vivos em cena, ao final a amante morta bate na porta de Ben novamente! Outra coisa, acho o ator David O’Hare muito legal, no entanto, seu personagem ainda não disse a que veio, uma pena, o personagem ainda está muito avulso na trama!

s01e05 Halloween parte 2 – nesta continuação, inferior a primeira parte, vemos o término da noite de Halloween, onde houve mais aparições de fantasmas que todo o filme Sexto Sentido, incrível! Ainda vejo bons momentos na série, mas os roteiristas precisariam concentrar/focar as storylines dos personagens principais para não deixar tudo muito solto quando vai para o ar! No episódio vemos Haley voltando a assombrar Viv e Ben, junto com o personagem de David O’Hare, e descobrimos que Tate esteve envolvido com um tipo de massacre numa escola e que ele é filho de Jessica Lange.

s01e06 Piggy, Piggy – enquanto descobrimos que Constance tem ajuda de uma medium para enfrentar a dor pela perda de Addie e Tate, Violet descobre que ele assassinou os colegas e foi morto pela policia (1994), Ben tem um novo paciente que nao consegue dormir no escuro em funcao de uma maldicao do homem porco dita em frente ao espelho (participacao de Cameron de Modern Family);

s01e07 Open House – iniciam o Open House para vender a mansão, logo surge um armênio (ou como dizem os personagens, um iraniano) interessado, porém ele tem interesse em derrubar a mansão, o que levaria todos os fantasmas embora, conforme a conversa de Constance e Moira. Tô desconfiado da Violet, ela interage muito naturalmente com os fantasmas, será que já não partiu? Conhecemos mais um morador no sotão um garoto deformado e acorrentado por Constance, que foi o inferno de Larry, o que causou suas queimaduras em 1994. Logo após o passeio para conhecer as lendas da Mansão, Viv descobre que a primeira dona, já lhe bateu a porta!! ainda acho a série bastante desconexas entre suas sequências, só pode ser proposital, quem sabe no final eles façam aqueles flashbacks costurando elas e, assim, explicando-as, porque chega a ser meio incômodoas passagens!

s01e08 Rubber Man – não sei se a revelação de que o homem látex é Tate me foi surpreendente, ou mesmo se funciona dentro da série, esta história de ele matar as pessoas para arranjar um bêbe para a proprietária original; o que me assusta cada vez mais é assombração da amante, que definitivamente, quer enlouquecer Vivien, com ajuda do marido banana e da filha traíra, tá bem a mulher! Volto a reinterar minhas considerações sobre a Violet, a personagem só pode estar morta para ser tão burra, não há outra possibilidade (até mesmo porque ele não sai mais do terreno da mansão, notaram?)! só me falta aquele doido do Ryan Murphy outra bizarrice! Gostei das revelações de Moira, pelo jeito, deve ser sua maneira de evoluir de espírito da casa, e de como a roupa de látex foi parar na mansão.

s01e09 Spooky Little Girl – enquanto Viv está internada no hospital psiquíatrico, Ben fica sabendo que os bêbes tem pais diferentes, logo sabemos que Tate é o responsável pelo outro, assim, digamos para deixar a coisa ainda mais insana, a amiga vidente de Jessica Lange (esqueci seu nome), diz que esta criança será o filho do diabo, #prontomorri! Além disso, vemos Hayden participando ativamente no episódio, e conhecemos mais uma história do passado da casa, e com isto mais um fantasma, na verdade, ao final do episódio são mais dois!!

s01e10 Smoldering Children – assim como aconteceu recentemente em Dexter centrar um episodio numa reviravolta/revelacao que todos os espectadores jah devem ter sacado nao eh uma ideia muito boa, perde-se muito tempo para nao haver tensao alguma. Mais do que obvio que Violet estava morta, nao sabia em qual momento, mas sabia de sua condicao, nao gosto muito como pintam Tate, ora um fantasma compreensivo ora um vingador; Viv teve uma cena, um absurdo com a protagonista e Larry saiu de mesma maneira que entrou, sem qualquer importancia!

s01e11 Birth – Os bebês de Vivien finalmente estão para nascer, e já correm riscos, afinal todos os fantasmas da casa os querem. Enquanto isso Ben tem uma crise e quer que Violet saia da casa, o que devido as recentes circuntâncias não pode acontecer. E Tate procura novas formas de lidar com os fantasmas moradores da residência. Eu achando que a série iria conseguir na sua reta final uma dinâmica interessante, mas agora Ryan Murphy e equipe resolveram deixar a série ainda mais morosa do que antes, além de achar que não sobrará um ser humano vivo na série, o episódio somente se centrou no parto de Vivien (assim como no anterior, na morte de Violet) e os motivos que a levaram a tê-los em casa me soaram muito forçado mesmo para a série, perde total credibilidade!

s01e12 Afterbirth Season Finale –  como já era esperado, pelo menos para mim, não houve nenhum grande momento nesta finale, tenho impressão que Murphy e parceiros não sabem muito bem com realizar o desfecho de suas tramas, vide Nip/Tuck! Após a morte de Viv, Ben não sabe muito bem como agir, e mesmo sendo avisado por Constance retorna para a casa onde é morto pelos fantasmas quando iria embora. Logo, passa-se um tempo e uma nova família vai morar na casa e vemos sua dinâmica como novos moradores, em seguida, a família Harmon resolve “assombrá-los” para evitar que uma tragédia ocorra (num momento meio cômico/bizarro a la Os Fantasmas se Divertem). Este foi um dos problemas da série a falta de equilíbrio entre os gêneros, o que teria que ser suspense/terror, logo caía num samba do crioulo doido, tipico de Murphy, no entanto, gostei muito do desfecho de Constance, a cena final, esta sim, foi aterrorizante.

Para quem gostou desta fórmula, um bom aviso, a série foi renovada, e Ryan Murphy em entrevista divulgou que será uma temporada com um novo tema e novos personagens, o que não impede de haver participações de atores desta temporada, mas em novos papéis!

STATUS: RENOVADA PARA 2ª TEMPORADA

2 Respostas to “American Horror Story – 1ª temporada (FINALIZADA)”

  1. Fabíola Says:

    Minha teoria é que os mortos na casa se conectam aos membros da família por afinidade moral. Exemplo: O Larry e o Ben(maridos infiéis). A esposa do médico e a Viv (ambas perderam um bebê). Tate com a Violet e o Ben (todos foram adolescentes problemáticos).
    A única coisa que não consigo entender é como a governanta é jovem para os homens e velha para as mulheres, já que ela morreu jovem, deveria ter a aparência conservada.
    Também desconfio da morte Violet, desde a tentativa de suicídio ela ficou distante dos pais, não come, passa muito tempo no quarto. No sétimo episódio o Tate passa a explicar o funcionamento da casa pra ela. Acho que ela morreu e o Tate está tentando contar.Repare que no diálogo início do capítulo.
    Tate – “Você acredita em fantasmas?”
    Violte – “Porque você está me perguntando isso?”
    Tate- “Deve existir um lugar melhor para pessoas como você do que esta casa”

  2. Sofia Torres Says:

    Infelizmente eu só vi a primeira temporada, e, em geral, eu acho que uma das séries mais atraente do gênero horror. Bom post, um resumo muito atraente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: