Enlightened – 1ª temporada (FINALIZADA)

s01e01 Piloto – Buscando outro tipo do humor, Enlightened, série do canal HBO, explora a moda destes últimos anos em teorias de auto-ajuda, Amy após ter um colapso (devido ao stress no trabalho e sair com o chefe casado) na empresa que trabalha resolve passar meses em tratamento num Centro no Hawaii, em seu retorno começa a praticar o que aprendeu para ter uma vida mais “leve”, mas as pessoas a sua volta não assimilam muito bem suas ideias “do bem”. A série para mim é uma resposta do canal HBO para o grande crescimento de dramédias femininas do canal Showtime como Nurse Jackie, The Big C, Weeds e United States of Tara. Dentre as séries “cômicas” sem sombra de duvida, é a mais promissora, tanto pela proposta ser menos engessada do que as demais concorrentes quanto pelo texto com mais conteúdo, sinceramente! Além disso, o canal caprichou no elenco, trazendo para a televisão a ótima atriz Laura Dern, que já encontrou o tom da sua personagem, Diane Ladd (sua mãe na vida real), Luke Wilson e Mike White (roteirista/ator de filmes como Por um Sentido na Vida, Nacho Libre e Escola de Rock, aqui ele criou o show junto com Laura Dern).

s01e02 Now or Never –nada será muito fácil para Amy pós reabilitação, além de não contar com o apoio da mãe, ela ao ameaçar processar a empresa por demití-la sem justa causa, afinal ela teve um colapso em função de seu stress profissional, Amy acaba sendo realocada no subsolo da empresa, cheio de personagens freaks, com análise de sistemas (para ser esquecida lá), no entanto, ela não se dá por vencida e começa a bolar altos planos. Descobre, também,  que sua auxiliar tem agora se cargo;

s01e03 Someone else’s Life –  após tentar inúmeras vezes se aproximar de sua antiga auxiliar, Krista, Amy acaba percebendo que não faz mais parte daquele mundo, acaba se aproximando de um colega (mike White, criador e roteirista da série), que lhe dá atenção e escuta seus discursos. Amy também tenta fazer com que seu ex busque um novo caminho!

s01e04 The Weekend –

s01e05 Not Good Enough Mothers – terminado um período de apresentação de personagens e situações passadas, seus relacionamentos, acho que a série começa contar sua própria história, ver Amy ao final do episódio dizer que sente raiva de, entre outra coisas já que seus dias foram péssimos, de sua mãe, começa a valer para os roteiristas mostrarem quais suas inteções com a série (mesmo que isso soa série, a série se for pelo lado cômico precisa se um mínimo de desenolvimento, afinal não estamos vendo um sitcom de platéia!). Tudo começa quando seu carro não pega e sua mãe não lhe empresta o carro parado na garagem, além disso, começa uma chuva, sua amiga quase não lhe convida para o chá de fralda e, amy, se emociona com uma imigrante mexicana sendo deportada enquanto suas filhas ficariam nos Eua afinal nasceram aqui.

s01e06 Sandy – estranho observar esta necessidade de Amy em ser aceita, querer ser querida, vimos isto novamente com a chegada de sua amiga de grupo, Sandy (com a beleza estonteante de Robin Wright), que primeiramente tenta convecer sua mae e depois seu ex-marido. Episodio com texto muito bom, destaque total para Laura Dern, jah a vontade no personagem!

s01e07 Lonely Ghosts – mais um bom episódio, triste na verdade, que faz um retrato dos solitários personagens da série, Amy que anda sonhando direto com Levi, descobre que ele se resolve com “amigas”; no trabalho ela é sobrecarregada pelo chefe devido seus atrasos, no entanto, aproveitando que ele gostou de uma garota que foi a aula de yoga faz contato entre os dois para ele deixá-la em paz. Fiquei com uma pena de Tyler ao tentar beijar Amy!

s01e08 Comrades Unite – mesmo passando em branco nos EUA, impressionante a baixa audiencia da serie em solo americano, no entanto, tenho gostado muito da serie, acima de tudo de Amy, que personagem rica, conflituosa, triste e engracada, Laura Derna leva a personagem nas costas, claro que estah muito longe de ser um sitcom, eh uma dramedia legitima. No episodio, Amy, em funcao dos eventos na boate, acha que vai ser demitida do Congetiva (finalmente aprendi o que eh aquele local), mas conta com uma ajuda inesperada; fiquei boa parte do episodio com muita pena de Amy!

s01e09 Consider Helen – que presente Mike White deu para a veterana atriz Diane Ladd (mae na vida real de Laura Dern), episodio totalmente centrado em Helen, na sua rotina e nas suas tristezas, excelente ver uma perpectiva diferente dentro da serie, principalmente, quando notamos que aquela tristeza tem motivo, vimos que o pai de Amy se suicidou e ainda nao conhecemos sua irma, apenas citada neste episodio!

s01e10 Burn it Down – Amy descobre que Krista nunca falou com Damon sobre sua proposta de sustentabilidade, assim ela pede para ele se poderia mostrar a pesquisa, ele permite que ela o faça numa introdução de uma reunião, no entanto, ela precisa fugir da Congenta e de seu chefe para isto; na reunião, Amy percebe que está fazendo papel de idiota e fala poucas e boas para todos, assim volta para Congenta e prepara o que deve ser uma grande vingança!! muito bom!

STATUS: OFICIALMENTE AINDA NÃO FOI RENOVADA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: