Dexter – 7ª temporada (FINALIZADA)

s07e01 Are You…? – Deb pega Dexter no ato após ter assassinado Travis, e tenta encobrir o envolvimento de ambos no crime; LaGuerta tem novas evidências sobre o Bay Harbor Butcher e considera re-abrir o caso. Apesar de não conseguir desenvolver o episódio da maneira mais interessante, dando inclusive um “tiro no pé”, o que foi a sequência no aeroporto (?), mas o gancho final, dando pela primeira vez real intelegência à personagem de Debbie (inclusive, por esquecer de vez aquele plot de amor entre os persoangens). Além disso, LaGuerta também parece instigada e o vilão deve ser aquele europeu mesmo. Vamos conferir!

s07e02 Sunshine and Frosty Swirl – ainda não estou muito seguro sobre os caminhos da temporada, acho que na verdade o grande problema de Dexter neste momento é seu roteiro (raso e de escolhas discutíveis). Notem como temos inúmeros plots, quando o foco deveria ser quase que exclusivamente entre a descoberta de Debra e a nova postura de Dexter (que me lembra o Dexter da 2ª temporada). Acho que a série começa a andar em círculos, e para disfarçar isso, os roteiristas criaram outros subtramas, como os bandidos russos, o stalker Louis e a investigação paralela de Laguerta (que se continuar como imagino deve morrer nesta temporada, mesmo final de Doakes, e não me surpreenderia se fosse pelas mãos de Debra!).

s07e03 Buck the System – passados somente 3 episódios da descoberta de Debra, fiquei meio decepcionado como o roteiro retratou essa dinâmica, da perspectiva de Dexter estava muito bom, o sentimento de sufocamento e “fera presa”, mas a perspectiva de Debra ficou a desejar, principalmente, seu momento de desistência ao final; já Louis tava sobrando na série e teve o que mereceu, claro que estou achando essa máfia russa muito eficiente, matar alguém a luz do dia numa marinha! A entrada de Ivonne me pareceu fraca dramaturgicamente, mera desculpa, espero que não procurem uma nova “parceira” para Dexter, ele já passou por isso há 4 temporada atrás.

s07e04 Run – estou meio atrasado com Dexter, desinteresse mesmo, não sei onde os roteiristas levarão o arco de Dexter e Debra, acho que até agora acertaram melhor com os conflitos de Debra, sempre tentada a apoiar/questionar/ser cúmplice de Dexter, pelo menos terminaram o arco do assassino Touro, Speltzer; acho que a vingança do russo deve ser muito pior do que eu projetava, no entanto, não consigo imaginar o que de bom pode vir da personagem Hannah. Ainda desconfiado…

s07e05 Swin Deep – Enquanto procura por que alguém foi morto em seu barco, Dexter tenta tramar contra o vingativo Isaak. Novas pistas são trazidas à tona sobre o caso de Wayne Randdal por Hannah McKay, atraente ex cúmplice de Randall, a qual Dexter descobre ter um segredo.

s07e06 Do the Wrong Thingdemorou um pouco mais finalmente, após suspeitar ainda mais do comportamento de Hannah, Dexter acaba por se entregar a uma personagem similar à seu caráter (acho que os roteiristas aidna não conseguiram diferenciar a personagem de outras coadjuvantes femininas como Lila e Lumen. Além disso, vemos Quinn cavando sua sepultura nessa temporada e Angel também procurando uma saída da série, o que espero que aconteça, como a série tem mais temporada(s), ela precisa de novos personagens.

s07e07 Chemistry – Quinn cai novamente em seus velhos hábitos, fazendo algumas escolhas questionáveis para proteger Nadia. As coisas esquentam conforme Dexter e Hannah se aproximam, mas quando Sal Price descobre que os dois estão envolvidos, ele quer a exclusividade na historia.

s07e08 Argentina – Recém-saído da prisão, Isaak renova sua busca por Dexter enquanto Quinn continua a sua luta de poder com os Koshkas. Dexter tenta manter Debra no escuro sobre sua relação com Hannah, mas uma visita surpresa de Astor, Cody e Harrison desloca seus planos. Não gosto do plot de Quinn,  muito clichê para um detetive experiente, Laguerta deve morrer na season finale  (o que significa muita previsibilidade) e a relação de Dexter e Hannah ainda não me agrada, o que foi mais interessante é este duelo entre Isaak e Dexter.

s07e09 Helter Skelter – enquanto Dexter se embaralha para rastrear Isaak, nasce uma disputa de poder interna na Irmandade Koshka, que faz com que Isaak seja um alvo, porém isso acaba gerando problemas para Dexter, ao invés de ajudá-lo. Enquanto isso, os agentes tentam desmascarar um Incendiário fantasma. Ainda há diversos plots que me incomodam nessa temporada, o saldo positivo até aqui atende pelo nome de Isaak (bom ator e bom personagem).

s07e10 The Dark…Whatever – Dexter fica nervoso quando o pai de Hannah lhe faz uma visita surpresa, os crimes do Fantasma Incendiário se tornam mais crueis, e Quinn defende a honra de Nadia se colocando em uma situação complicada. Enquanto isso LaGuerta pede ajuda a Tim, ex-chefe, no caso do Bay Harbor Butcher.

s07e11/12 Do You See What I See?/ Surprise, Motherfucker Season Finalecomo começar a tecer comentários de uma temporada tão fraca e, para piorar, que descontruiu um dos personagens mais icônicos da teve nesta década! Eu que já estava com episódios empilhando nessa temporada com pouca ansiedade para conferir o término, acabei assistindo uns 4/5 episódios em menos de uma semana, e cada vez mais me indignando com as escolhas dos roteiristas/produtores com o caminho traçado para a série. Aquela súbita investigação de Laguerta sobre Dexter já direcionou a morte da personagem na season finale lá pelos episódios 5/6, era óbvio, já a ligação de Dexter com Hannah, lembrando um misto de Lyla e Lumen com Dexter sendo manipulado novamente por seus sentimentos (quando ele não os possue), abrindo mão do seu Código pela enésima vez nas últimas temporadas e, para piorar, se transformando num assassino comum, como os que ele mata, sem menor pudor os roteiristas transformaram o personagem um arremedo de dilemas shakespereanos que nada combinam com o mesmo, até mesmo seu Dark Passenger foi questionado.

E o que dizer de Debra, minha personagem favorita na fase ruim da série, também a transformaram num misto de “paixonadinha” pelo Dexter e uma Sargento talentosa e corajosa; já nada foi tão ruim quanto as storylines de Quinn, novamente com mulher, e Batista, numa possível mas difícil aposentadoria. Para não dizer que não houve algo positivo, Isaak foi um bom personagem, trabalhado de maneira adequada e com grande personalidade, este sim, tinha química com Dexter. Fica a dúvida de até que ponto vale a pena acompanhar a próxima temporada, ainda há o que ser salvo?

STATUS: RENOVADA PARA A 8ª TEMPORADA (set/13).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: