Major Crimes – 1ª temporada (FINALIZADA)

Spinoff de The Closer a nova série irá tratar das negociações e acordos que são feitos nos bastidores do sistema judiciário em relação aos condenados que escapam do corredor da morte ou de sentenças longas. A intenção é discutir o sistema judiciário americano e a forma como ele lida com a arte das negociações, bem como a relação que existe entre a polícia e a promotoria, quando eles se unem para conseguir uma condenação. [Fernanda Furquim].

s01e01 Reload – com a saídas de Brenda (Kyra Segdwick), do Sargento Gabriel e a promoção de Will Pope, a grande incerteza deste início da série seria a hierarquia da Major Crimes, o Comandante Taylor assumir o papel de Pope (Assistente Chefe) e quando Provenza achava que seria promovido ao lugar de Brenda seu tapete é puxado, com direito a demissão compulsória se não aceitasse, de ter a Capitã Raydor como nova Chefe, assim o departamento de polícia espera ficar em contato de vez com a Promotoria para fechar acordos evitando chegar à julgamentos (poupando $$ à cidade); mesmo sendo mal recebida e questionada constantemente, Sharon (que foi sendo humanizada desde sua entrada em The Closer), assume o caso de assaltantes terem sido mortos quando saíam de uma loja e, para piorar, um dos mantidos vivos e possível testemunha, acaba sendo morto dentro de uma viatura policial, em guarda do Estado, assim precisam investigar o caso e tentar conter os problemas jurídicos, além disso, Rusty insiste em encontrar sua mãe e cobra do departamento a promessa realizada, como é de menor, acaba sendo levado para a casa de Sharon, única storyline forçada dentro da série (até aqui), com intuito de termos uma visão da vida privada da personagem, assim como aconteceu com Brenda e Fritz e Brenda e seus pais/familiares;

s01e02 Before and After – mantendo a tensa dinâmica entre Sharon/Provenza/Sykes, que parece mimetizar a primeira temporada de The Closer quando Brenda não foi bem aceita dentro do departamento, a série procura encontrar um caminho diferente da procura por confissões, especialidade de Brenda, para procurar e firmar acordos que não serão levados ao juri, uma mudança no modos operandi na série que os roteiristas terão que se adaptar para levar a série adiante. Pelo jeito, o trabalho não será muito fácil! Ainda não renderam os novos personagens, principalmente, o garoto mala Rusty.

s01e03 Medical Causes – uma mulher ao volante, aparentando estar alcoolizada, causa um acidente grave matando diversas pessoas paradas na calçada, ao interrogar a mesma a equipe Delitos Graves começa a observar que o depoimento da mesma, uma médica residente, parece verdadeiro quando ela diz não lembrar de nada após sair do restaurante com o namorado em carros separados. Já Rusty tem sua mãe encontrada e quando parecia que ela retornaria ela deixa o guri a ver navios, espero que com isto o personagem ganha uma nova faceta que não seja de garoto pentelho para Sharon.

s01e04 The Ecstasy and the Agony – quando um israelense é morto na porta de sua casa, a investigação leva a Delitos Graves a uma teia familiar que envolve poder, tráfico de drogas, FBI, proteção à testemunha e um “instrutor de vida” (numa ótima participação de Michael “DiNozzo” Waetherly). Episódio mais focado no lado cômico, e observei que como não temos mais a personagem Brenda para “pegar” os depoimentos e resolver o caso, a investigação passa por todos os membros da equipe, não necessariamente por Sharon, aqui quem tem o momento chave é Tao.

s01e05 Citizens Arrest – mesmo ainda longe da maturidade e roteiros de The Closer, como faz falta aquela velha tensão/”armadilhas” de Brenda na série, este foi o melhor caso policial da temporada, bem armado, dramático e com consequências séries, deixaram um pouco de lado aquele blá-blá-blá de acordo, que nem sempre é possível, para levar o caso às últimas consequências; além disso, vemos que o caso de Rusty ainda perdurará com a possível descoberta de sua paternidade!

s01e06 Out of Bounds – quando um corpo de um jovem negro é encontrado dentro de um carro baleado, o Comandante Taylor indica que a Major Crimes investigue pois a vítima trata-se de um irmão de um conhecido menbro de uma gangue, no entanto, ao iniciar as investigações logo se percebe que o jovem levava uma vida corriqueira e escolar, o que levanta dúvidas quanto ao motivo e autoria; além disso, Rusty precisa decidir se vale a pena descobrir quem é seu pai biológico.

s01e08 Dismissed with Prejudice – mesmo em bons episódios como esse ainda sinto falta das confissões que Brenda consegua e armava; este trouxe à tona um caso investigado pelo Tenente Tao, há oito anos atrás, quando a principal testemunha do caso, a filha do acusado, voltou atrás em seu testemunho alegando que era muito criança na época, assim todo caso é desmontato e assim a Mojor Crimes precisa focar-se novamente nos vestígios para achar o culpado ou conseguir acusar novamente o marido da vítima. Além disso, Rusty começa a ter mais contato com seu pai (obs.: espero que não façam este “pai” do guri aparentemente tão gente boa se transformar para servir de contexto dramático para o personagem deixando-o com Sharon, por favor, é muito clichê!).

s01e09 Cheaters Never Prosper – em um episódio com um estranho caso policial, a morte de um detetive de Las Vegas, que me pareceu ter pouca repercussão, envolvido na investigação de roubos de identidade, que parece mais simples do que aparenta; já no arco de Rusty, finalmente, tivemos uma lance mais dramático, obviamente seu pai boa gente não aguentou o “tirão” de seu filho ter sido michê, claro que ele aparecer cheio de lesões não se justifica, mas é uma storyline bem melhor do que eu estava prevendo!).

s01e10 Long Shot – sou o primeiro a admitir que não esperava um episódio final tão bom! Não sei dizer ao certo, mas o arco de Rusty tinha tudo para cair numa bobagem sem fim, achei que viraria caso de polícia, no entanto, como Major Crimes difere de The Closer nessa pegada, trocando o caso policial por uma investigação alinhado com a Justiça, vemos que ao final Sharon queria era afastar o pai de Rusty, que veio com aquela balela de que perdeu a cabeça e o que diria para a noiva e etc., bacana mostrarem que o personagem somente queria agradar a noiva e não tinha afeto real por Rusty, que ao final encontrou uma verdadeira família! Já o caso do episódio foi extremamente tenso e bem construído, fazia tempo que não via um criminoso tão competente, atirador de elite, inteligente e articulado, foi um real adversário para a equipe de Sharon, será que essa trama acaba por aqui?

Mesmo não possuindo as mesmas qualidade de The Closer, que tinha um potencial dramático muito maior, principalmente ao focar na personalidade de Brenda, acho que Major Crimes pode encontrar seu lugar nas séries “procedurais”.

STATUS: RENOVADA PARA 2ª TEMPORADA (jun/13).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: