The New Normal – 1ª temporada (NBC) (FINALIZADA)

E lá vou eu acompanhar mais uma série do famoso, em todos os sentidos, roteirista Ryan Murphy, sendo que não consegui terminar ou acabei largando suas duas séries anteriores, Nip/Tuk e Glee, com exceção de American Horror Story (mas esta é mais pelo contexto e pela curta duração!). Sabe-se que Murphy é um excelente criador de plots de séries, cheias de ironia e sarcasmo, no entanto, vez por outra abraça as bizarrices e perde o foco do roteiro e dos personagens. Mas vamos apostar que o criador venha evoluindo com o passar dos anos!!!

Em The New Normal, Bryan (Andrew Ranells, visto em Girls) e David (Justin Bartha, de Teachers) formam um casal bem sucedido, tanto profissionalmente quanto na relação a dois. Mas algo está faltando para completar a felicidade do casal: um filho. Buscando uma mãe que sirva de barriga de aluguel, eles conhecem Goldie (Georgia King, de Little Dorrit), uma jovem que trabalha como garçonete, enquanto sonha em se tornar advogada.

Goldie já tem uma filha de nove anos, Shania (Bebe Wood), fruto de um casamento mal sucedido. E é pensando no futuro da menina que ela decide se tornar barriga de aluguel. Tudo poderia ser tranquilo se não fosse por Jane (Ellen Barkin), a avó dominadora e preconceituosa de Goldie.

s01e01/02 Pilot/ Sofa’s Choice – o grande acerto, para mim, neste início de temporada é o carisma dos personagens (parece que foi um excelente escolha de elenco, com óbvio destaque para Ellen Barkin) e a sensibilidade da série, mesmo apostando no humor irônico tradicional de Murphy, há um carinho especial nos plots apresentados beirando “kilt”, desde a personalidade de Goldie, o fofura de Shania (já no 2º episódio arrasando), o gay clichê de Bryan, a construção heterossexual/gay de David e a língua ferina/preconceituosa de Jane, que deve ser parente de Sue Sylvester (personagem de Jane Lynch em Glee). Me vi surpreendido já no 2º episódio dando algumas risadas mais extrovertidas, o que normalmente não vem ocorrendo nos sitcoms que ando acompanhando, falando generalizadamente! Vou continuar espiando!

s01e03 Baby Clothes – Os rapazes entram em conflito quando Bryan começa a comprar roupas de bebê antes de saber os resultados inicias da gestação, assim a série desenvolve de maneira bacana a personalidade insegura de Davi; Shania faz um novo amigo quando ela veste uma roupa de bebê na escola, assim Murphy discute a sexualização infantil. Gostei muito da maneira como Murphy discutiu a homofobia de maneira adequada e correta, sem panfletarismo, inserindo um contexto dramático em sua série cômica.

s01e04 Obama Mama  – apesar de achar bastante corajoso Ryan Murphy discutir política às vésperas das eleições americanas numa série estreante, ou melhor num sitcom, confesso que o episódio em si teve pouco graça para mim. Tudo isto porque Nana é republicana e crítica a postura democrata de Bryan e David, além disso, eles tentam controlar a alimentação de Goldie.

s01e05 Nanagasm – e a série continua apresentando seus personagens, com direito à parentes mais próximos, no caso conhecemos a mãe de David, que parece sempre competir com Bryan. Já Nana conhece um rapaz no bar do hotel e questiona sua vida sexual. Bom episódio!

s01e06 Bryanzilla – quando Wilbur, sim o garoto colega de Shania, pede ela em casamento, Bryan resolve fazer um evento para o casamento de mentirinha, no entanto, obviamente Nana é contra e aproveita sua língua ferina para desferir absurdos contra o casamento gay, inclusive citanto seu candidato Roomey; além disso, vemos que David não encara o casamento como cerimônia da mesma maneira que Bryan. Hilário Rocky citando uma musica de Nicki Minaj na cerimônia.

s01e07 The Godparent Trip – David e Bryan decidem que eles precisam de padrinhos para seu bebê. O episódio consegue discutir o papel da religião na vida da família como continuidade da educação, bacana e relevante!

s01e08 Para-New Normal Activity –  ainda estou esperando a hora que Ryan Murphy vai “cagar” a série, esta muito sensível, equilibrada e, por vezes, engraçada. Episódio temático de… halloween (alguém ainda aguenta?), Bryan entra no espírito do Halloween ao decorar a casa, enquanto, David discorda do tema (imposto) da fantasia por Bryan. Clay, pai de Shania, ressurge para passar o feriado com a filha. Muito bonito a sequência final entre Nana e Goldie!

s01e09 Unplugged – Quando as vidas de Shania, Goldie, Bryan e David são interrompidas por seus  dispositivos eletrônicos (celular, tablet e etc.), Shania sugere que todos desistam da tecnologia moderna por um dia. Rocky ensina Jane a usar o Twitter.

s01e10 Pardon Me – episódio temático da série mais fraco até aqui, pouca graça e relevância, todos se reúnem para o Dia de Ação de Graças, no entanto, resolvem chamar seus desafetos para resolver todos os problemas e unir a família.

s01e11 The XY Factor – Acidentalmente, Bryan e David descobrem o sexo do bebê, quem têm problemas com isso é Bryan que acha que por ser mais “sensível” não irá ser tão querido pelo filho quanto David, mais esportista. Ao mesmo tempo, Shania realiza uma grande performance na reunião escolar, o que inspira Goldie a correr atrás dos seus sonhos, o que foi Shania vestida de Cher, muito divertido.

s01e12 Baby Proofing – Especial de Natal em The New Normal. Bryan se sente sufocado com as novas idéias de David e de sua amiga Carla, tudo girando em torno da segurança do bebê, e resolve sair de casa para ir a uma festa com a Nana, que apresenta estar no clima do feriado, claro que muito devido aos eggnogs!

s01e13 The Goldie Rush – pelos atuais números da série, somente se Ryan Murphy for muito influente ou os números fora “ao vivo” foram muito bons para salvarem a série de um iminente cancelamento, o pior é notar que mesmo sendo tão carismática e “gostosa” de assistir, o fator comédia nem sempre funciona no roteiro do episódio, como aqui. David e Bryan juntam o ex-namorado de Bryan (participação de Matt Bomer) com Gary, que quer uma família própria; Jane e Rocky ajudam Shania a lidar com garotas malvadas.

s01e14 Stay-At-Home Dad – Bryan e David percebem que um deles terá que deixar o trabalho por um tempo e ficar com o filho em casa. Com Goldie em um spa, decidem treinar com Shania para testarem como irão se sair.

s01e15 Gaydar – quando Nana e Rocky começam a desconfiar de seus possíveis parceiros, participação de John Stamos, Shania e Bryan resolvem fazer um jantar para descobrirem, através do gaydar de ambos, quem está dentro do armário ou não! Já David não curte muito a tunica que Bryan separou para o batizado do bebê.

s01e16 Dairy Queen – Bryan, em mais uma de suas idéias ‘geniais”, resolve verificar como funciona a amamentação pós parto, claro que ele sente necessidade de amamentar também, nem que seja de maneiras alternativas. assim Shania descobre que não foi amamentada pois Goldie trabalhava fora. Além disso, Nana precisa lhe dar com a paixão por Brice.

s01e17 Dog Children – David e Bryan se afligem quando eles têm que levar seu cachorro, Harvey Milkbone, ao veterinário. Shania interrompe a classe com uma homenagem à atriz Maggie Smith.

s01e18 Rocky Bye Baby – na verdade este é o episódio 17, sendo o 18 uma reprise do nº 8, devido a problemas na transmissão quando da exibição em outubro, mas vai ser estranho ver um episódio de Halloween em pleno março; sobre o episódio, Rocky insiste com o casal para fazer um chá de bebê, eles não querem, mais se deixam levar e depois doam os presentes numa instituição para menores.

s01e19 Blood, Sweat and Fears – enquanto não chega a hora de Goldie dar a luz, David e Bryan resolvem investigar outros tipos de partos, já Rocky vem tendo dificuldades em cuidar sozinha do seu bebê adotado, assim surge Shania para lhe auxiliar. Além disso, Goldie resolve alugar uma loja para abrir sua confecção.

s01e20 About a Boy Scout – David encontra uma oportunidade de retornar aos escoteiros, mas Bryan preocupa-se com o grupo julgá-lo por ser gay. Enquanto isso, Rocky ajuda Goldie a entender o que está acontecendo entre ela e Brice. Achei muito interessante a reflexão sobre preconceito e aceitação, mesmo assim, o roteiro tem deixado na mão o lado cômico.

s01e21 Finding Name-O – David e Brian tentam achar um nome para o bebê. Goldie fala sobre a origem do nome de Shania. David sugere que Brian convide sua mãe para o casamento deles, mas ela opina sobre tudo e causa mais problemas. Clay conta para Goldie o que ele sente por ela.

s01e22 The Big Day Season Finale (possivelmente Series Finale) – O dia do casamento finalmente chegou, Brian e David querem se casar antes da chegada de seu filho, mas o bebê tem outros planos. Episódio carismático (como toda temporada) e super delicado, pena que o humor ficou no meio do caminho, assim como aconteceu em toda temporada. No entanto, admiro a coragem de Ryan Murphy em mexer na ferida de várias tabus envolvendo os homossexuais, com humor leve e debochado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: