Vegas – 1ª temporada (FINALIZADA)

Na linha de Justified a série Vegas é um faroeste moderno situado na década de 1960, seguindo a tendência de Mad Men. Criada por Nicholas Pileggi (Os Bons Companheiros) e Greg Walker (Without a Trace), a série é inspirada na vida de Ralph Lamb, atualmente com 85 anos. Ele foi um delegado que tentou acabar com a máfia que controlava os Cassinos em Las Vegas naquela época.

Lamb também foi responsável por modernizar o departamento de polícia, bem como seu laboratório criminalista, além de criar o primeiro grupo da SWAT da cidade. Fã de faroestes, Lamb costumava andar por Las Vegas vestido de cowboy e montado em um cavalo. Na série, quando a sobrinha do governador de Nevada é encontrada morta, o prefeito de Las Vegas (Michael O’Neill) pede ajuda ao rancheiro Ralph Lamb (Dennis Quaid, em sua primeira série), um ex-oficial da polícia militar que serviu durante a 2ª guerra mundial, para assumir temporariamente o cargo de xerife. Relutante, Ralph aceita o cargo. Para ajudá-lo em sua missão, ele conta com o apoio de seus dois assistentes: Jack (Jason O’Mara, de Terra Nova), seu irmão, que tem uma postura mais diplomática, e Dixon (Taylor Handley, de O.C., um Estranho no Paraíso), seu filho, um jovem impulsivo.

Além deles, Ralph também tem o apoio de Katherine O’Connell (Carrie-Anne Moss, de Models Inc. e F/X: The Series), a ambiciosa assistente de Reynolds (Michael Reilly Burke), o promotor público, e filha de um rancheiro, vizinho de Ralph. As investigações levam Ralph e seus assistentes ao cassino Savoy, que está sob o comando de Vincent Savino (Michael Chiklis, de The Shield), mafioso de Chicago que planeja se estabelecer na região. Logo ele e Ralph começam a medir forças.

No elenco também estão James Russo, como Big Tuna, gângster que está a cargo dos negócios em Las Vegas; Vinessa Shaw, como a esposa de Savino; Jonathan Banks (O Homem da Máfia e Breaking Bad), como Angelo, chefão da máfia em Chicago que passa por Las Vegas para conferir seus investimentos; Michael Wiseman (The Closer), como Joey Rizzo, braço direito de Angelo; e Sarah Jones (Alcatraz), funcionária do cassino Savoy.

s01e01/02 Pilot/Money Plays – gostei bastante dessa nova série, desde o ambiente até os atores do elenco, com real destaque para o confronto entre Quaid e Chiklis. No entanto, nesses dois primeiros episódios, fiquei com a impressão que a idéia do canal CBS é criar somente mais um “procedural” de outros tempos, aí acho que a série vai derrapar! O universo dos anos 60 + Las Vegas + máfia rende inúmeras storylines e ótimos personagens se os roteiristas da série conseguirem imprimir essas qualidades nos roteiros. Pelo menos, imagino que tanto Carrie-Anne Moss e Dennis Quaid não entrariam numa série de tevê apenas “procedural”, é por issso que torço!

s01e03 All That Glitters – tivemos Ralph embarcando num misterioso assassinato de um boxeador olímpico, porém ao mesmo tempo em que o caso ia sendo desvendado, tivemos a máfia de Chicago desembarcando em Vegas, para desalento de Savino. Mesmo dividindo o tempo em cena com um “caso da semana”, bem fraquinho diga-se de passagem, o desenvolvimento dos bastidores do poder da máfia e a inserção de Ralph naquele universo rendeu, bom rever Mike de Breaking Bad, perfeito para Chefão da Máfia.

s01e04 (Il)Legitimate – lamento os roteiros não conseguirem desenvolver melhor a época, personagens e plots da melhor maneira possível, a la The Good Wife, pois o caso dessa semana, o atropelamento de uma copeira negra, e a tentativa de Savino em comprar um Hotel em decadência escondido do chefão de Chicago, mostram um caminho melhor do que simplesmente “o caso da semana”, no entanto, falta estofo para a série explodir, elenco bom, argumento interessante mas realização ainda aquém!

s01e05 Solid Citizens – o caso da semana não ajudou muito no episodio (garoto sequestrado e criminosos brigando entre si), a série não consegue se firmar nem como um drama de época nem como um “procedural”, no entanto, a chegada de esposa de Savino pode render um pouco mais na temporada.

s01e06 The Real Thing – quando o xerife Lamb começa a investigar a morte de um dentista, com problemas financeiros, observa que Savino enfrenta problemas com falsificação de fichas, assim tivemos dois casos paralelos que se encontravam mais a frente na narrativa, episódio ok.

s01e07 Bad Seeds – não que a série tenha muita irregularidade nesse início de temporada, muito pelo contrário, apresenta episódios regulares porém sem grandes atrativos apesar do bom elenco e contexto, não conseguiu ser mais que um “procedural de época”! No entanto, aqui vemos um episódio acima da média, claro que em função do roteiro que uniu Lamb e Savino quando são descobertos os corpos dos mafiosos de Milwaukee que Savino eliminou em função do Cassino Tumbleweed, assim ele precisará lhe dar com novas ameaças dessa máfia e com as consequências com o pessoal de Chicago que não gosta desta sujeira.

s01e08 Exposure – enquanto Savino precisa lhe dar com a volta de uma mulher do seu passado, isto com sua mulher na cola, xerife Lamb investiga a morte de um militar (lembrando NCIS) em sua cidade pertencente ao campo militar de outro distrito, tendo que dividir a investigação com um representando da Base. O caso da semana foi um pouco fraco, porém gostei de ver a lembrança de Lamb sobre a morte de sua esposa.

s01e09 Masquerade –

s01e10 Estinto – enquanto a série não se decide se aprofunda ou não a relação de Savino e Las Vegas para isto virar o foco central da série, o que deveria ser a opção escolhida, ou ficar dividindo um caso da semana na delegacia e no Cassino; aqui, Lamb e família investigam a morte de um empreiteiro envolvido com os mafiosos, muito óbvio a resolução, e no Cassino, o filho de Lamb ajuda Savino a descobrir quem está furtando dentro do mesmo, além disso, o retorno da diva dos palcos faz com que Savino descubra que a mesma tem algum acordo com o FBI.

s01e11 Paiutes – Xerife Lamb precisa lhe dar com dois assaltantes agindo na cidade, já Savino tem problemas com um banco e, acaba conhecendo um pequeno grupo da comunidade, após Rizzo “brincar” com o dinheiro destinado ao Tumbleweed, já Mia chama Jack para ajudá-la numa suspeita de fraude numa mesa de jogo particular.

Devido ao cancelamento da série, nem vou retomá-la, no entanto, mas uma prova que somente bom elenco não garantem interesse e qualidade para uma série, como os roteiristas deixaram de aproveitar tamanho universo de tramas e contexto históricos para criar somente mais uma série “procedural”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: