The Walking Dead (AMC) – 4ª temporada (FINALIZADA)

TheWalkingD-Cartaz1-620x467s04e01 30 Days Without an Accident – gostei desse retorno da temporada, li algumas reclamações isoladas, mas somente concordo que os roteiristas precisam encontrar um novo meio de criar tensão e cenas de ação entre os sobreviventes e os zumbis que não seja somente os personagens se deslocando para determinado lugar, enfrentando zumbis e fugindo do mesmo (não que esse tipo de sequência não seja legal e tenha seus méritos, como nesse episódio), porém dá para se esforçar mais. Contudo, a storyline de Rick foi um belo acerto, primeiro que ele não responde mais pela segurança de todos, agora agindo com um Conselho, e segundo, que o personagem ainda enfrenta alguns fantasmas referente ao seu estado psicológico, encontrar a mulher/zumbi foi um belo retrato sobre a situação na qual Rick poderia se encontrar. Gostei do gancho, em meio a tantos ataques, vez em quando me esqueço que uma simples morte natural também pode causar um belo estrago, como deve acontecer no próximo episódio.

s04e02 Infected – como era possível imaginar o estrago foi grande com a morte natural (no caso, uma suspeita de gripe) que originou um ataque zumbi interno no Presídio, com direito a muita tensão, gostei do contexto inserido da gripe, isolando alguns personagens, o que rendeu outro bom gancho ao final do episódio. Porém, houve também um risco de invasão zumbi pelas cercas, fato evitado por Rick, numa sequência de dar pena ao personagem que estava se apegando cada vez mais à vidinha de fazendeiro, impressionante sua dificuldade em voltar a eliminar zumbis, bem sacada essa storyline do personagem, até aqui o único que ganhou destaque.

s04e03 Isolation – Um grupo (Daryl, Michonne, Tyrese e Bob) deixa a prisão para procurar remédios que cure a febre que atinge a maioria dos sobreviventes, e descobrem a maior horda já vista. Rick investiga o que aconteceu com os corpos queimados e descobre detalhes deixados pelo incendiário. A revelação não deixa de ser surpreendente, mais um personagem que está devastado pelos acontecimentos da prisão. Tô achando muito interessante esta virose que acomete os personagens, muito plausível dentro do universo da série, e que acaba por criar inumeros conflitos entre os personagens.

s04e04 Indifference –  estou achando que esse novo showrruner da série está mandando muito bem, criando um arco dramático para alguns personagens além do perigo iminente da gripe, do Governador ainda sumido, e claro dos zumbis. Assim, mesmo quando parece que nada acontece como as viagens desse episódio vemos diálogos e situações riquíssimas como a sequencia inicial de Carol com a guria e, para meu choque e numa virada dramática impressionante tanto de Carol quanto de RIck, a “demissão” de Carol por Rick; já o grupo desgarrado precisa encontrar uma maneira de pegar medicamentos e retornar ao presídio, mais fantasmas aparecem para assombrar um personagem (Daryl fodão!).

s04e05 Internment – Inimigos variados pressionam Rick e o grupo; os sobreviventes e a prisão podem chegar ao seu limite de resistência. Acho que foi o primeiro episódio no qual não tivemos uma concentração em um drama de alguma personagem, além da determinação de Hershel, assim achei o episódio mais fraco até aqui, porém ao final já vimos quem surgirá, O Governador, espero que com uma trama muito acima do fechamento da temporada passada.

s04e06 Live Bait – antes de qualquer coisa, acho desnecessário um episódio deixar como gancho o Governador na porta do Presídio e no episódio seguinte ilustrar toda sua “caminhada” pós derrocada da comunidade de Woodbury. Dito isso, tudo ficou um pouco óbvio em sua nova vida, imaginava que ele conseguiria encontrar novos personagens para viver junto e até mesmo a adição de uma criança, como sua filha, foi apenas ok; novamente o gancho para o próximo episódio foi o mais interessante, claro que achei necessário o acompanhamento da trajetória do personagem mas, ainda assim, não é sua presença no presídio que será retratada, logo esse evento deve ser o gancho da midseason finale (episódio 8).

s04e07 Dead Weight – Um novo e assustador capítulo está começando em um acampamento além da prisão. Com a chegada do Governador em um novo acampamento, junto com sua suposta nova família, vemos que o personagem continua sendo um sociopata dos mais perigosos, e seu novo plano envolve novamente a Prisão.

s04e08 Too for Gone – Depois que as coisas começam a se acalmar na prisão Rick e seu grupo agora enfrentam o perigo iminente e a destruição. Dessa vez, eles podem não vencer. Mesmo achando que o episódio finalmente encerra a saga do Governador e abre uma “pá” de situações para o retorno em fevereiro, acredito que tudo foi um pouco artificial em demasia, desde o sequestro de Hershel e Michonne até o enfrentamento das comunidades, foi legal mas súbito e rápido demais.

s04e09 After – voltamos do hiato com um episódio bastante dramático centrado em dois personagens, Carl e Michonne, ambos não sabem realmente com agir após o eventos do presídio; enquanto Michonne tenta reiniciar sua saga sozinha, com direito a novos errantes ao seu lado e alucinações do passado, Carl se vê sozinho após desmaio do pai, e vemos seu desabafo dramático e cheio de ressentimento quanto às atitudes passadas de Carl. Muito bacana!

s04e10 Inmates – O grupo encontra vários obstáculos em sua busca por estabilidade e segurança. Tem horas que tudo o que resta para guiá-los é a esperança. Episódio com 4 narrativas, acompanhando os sobreviventes após os eventos da prisão, com exceção de Carl, Michonne e Rick; um retorno se apresenta num momento propício e novos personagens chegam!

s04e11 Claimed – fico um pouco receoso com essa segunda parte da temporada de TWD, me parece que será muito subdividida entre os personagens, sendo que nem todos conseguem segurar a trama, uma narrativa “caminhante” a la Lost; mas algumas sequencias de tensão sempre rendem! Quando Rick pensa que irá conseguir relaxar, ele encara múltiplas ameaças imediatas. Outros membros do grupo lidam com seu passado.

s04e12 Still – Confrontado com a sobrevivência do dia-a-dia da vida fora de um abrigo, um simples pedido por alguém do grupo leva a uma missão bizarra, mas esclarecedora. Episódio bastante dramático que expôs Daryl de uma maneira nunca antes mostrada na série, o que explica bastante o personagem.

s04e13 Alone – Enquanto um grupo encontra o que pode ser o abrigo ideal, outro grupo percebe que a melhor proteção vem daqueles que estão perto deles. Episódio caminhada de Daryl e Beth de um lado, e Maggie, Bob e Sasha de outro, não sei dizer se os produtores acertaram nessa segunda metade da temporada, fica bem nítida a sensação que isso acontecerá até a season finale quando devemos ter um gancho do grupo ou quem sobrou se encontrando de alguma maneira em algum local, é uma sensação de não haver uma trama ser narrada, mesmo assim, os roteiristas ainda conseguem criar boas sequências entre os sobreviventes e os walkers, como o ataque sob névoa!

s04e14 The Grove – numa temporada na qual a melhor notícia foi o arco criado em torno da virose, que causou um caos entre os moradores do presídio, e nada de mais impactante soube ser demonstrado, inclusive com o retorno broxante do Governador, me surpreendeu positivamente o arco criado com o grupo das crianças, Carol e Tyreese. Digo isso, porque mesmo sendo uma série de televisão, nunca haviamos visto a decadência psicológica de uma delas de uma forma tão dramática. Quando no início do episódios vemos Lizzie brincando com zelda, sim ela dava nomes aos zumbis, com o decorrer do episódio e em outros momentos mostrados anteriormente na temporada, ficou claro o arco sobre o perfil psicológico da guria, cada vez mais perdida em meio aos caos que se instalou. Foi forte, muito forte, e triste, TWD volta aos trilhos quando sabe mostrar que o grande barato da série é observar como o ser humano se porta frente ao “apocalipse”, grande presença de Carol, uma personagem aparentemente boba que tem sido um dos pilares da série há muito tempo!

s04e15 Us – depois do forte impacto dramático do episódio anterior, não pela perda de algum personagem, mas pela perda da humanidade/inocência em si, voltamos aos episódios “andantes” da segunda metade da temporada. Qualquer que seja a forma brutal que alguns sobreviventes acreditem que eles devam ser para permanecerem vivos, vemos que a fé às vezes pode ser a mais forte das ferramentas para a sobrevivência. E assim, finalmente, Bob, Sasha e Maggie encontram com o grupo de Glenn e, ambos grupos, com o “Terminal”.

s04e16 A – a série volta a mostrar flashbacks para fazer um paralelo do momento pacífico de Rick no presídio e a situação selvagem na qual se encontram os diferentes grupos agora, principalmente, quando Rick, Michonne e Carl são atacados pelo grupo de Daryl, uma cena realmente selvagem. Logo, ao chegarem ao Terminus, vemos uma nova possibilidade de embromação, no entanto, tudo acontece de errado, inclusive na maneira como o grupo se reúne, porém a frase final de Rick, me parece ser uma boa perspectiva para o futuro da série. Claro que, facilitaria bastante se os roteiristas não enrolassem tanto para justificar um pseudo estudo de personagens!

STATUS: RENOVADA PARA 5ª  TEMPORADA (out/14).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: