The Last Ship (TNT) – 1ª temporada (FINALIZADA)

TheLastShip-Cartaz1O canal americano TNT encomendou a produção de dez episódios para a primeira temporada deThe Last Ship, drama criado por Steve Kane e Hank Steinberg, com produção de Michael Bay, Brad Fuller, Andrew Form, Kane e Steinberg. O projeto da série foi anunciado em maio de 2012, ganhando a encomenda de um episódio piloto em julho, para avaliação.

Trata-se de uma adaptação da obra de William Brinkley. Quando uma boa parte da população da Terra é dizimada, a tripulação de um navio precisa descobrir uma forma de sobreviver.

A embarcação está sob o comando do Capitão Tom Chandler (Eric Dane, de Grey’s Anatomy), um oficial de carreira autoritário, decidido e líder nato, amado e respeitado por aqueles que trabalham com ele.

Sua tripulação é formada pela Tenente Jackie Makena (Michaela McManus), responsável pelos mísseis que o navio carrega; Chefe Hugh Jeter (Charles Parnell); Danny Green (Travis Van Winkle), líder da equipe de fuzileiros navais que está à bordo; Tenente Alisha Granderson (Christina Elmore); Quincy (Sam Spruell) e Rachel Scott (Rhona Mitra, de Strike Back e The Gates), especialistas em paleomicrobiologia; Mike Slattery (Adam Baldwin, de Chuck), segundo em comando.

No elenco também está Tracy Middendorf (Boardwalk Empire), como Darien, esposa do Capitão Chandler. O ator Adam Baldwin substituiu Titus Welliver (The Good Wife, Lost) que chegou a ser contratado para o episódio piloto mas precisou deixar o elenco quando sua esposa ficou doente.

O piloto foi dirigido por Jonathan Mostow, com produção da Platinum Dunes.

s01e01 Pilot: Phase Six – A tripulação da embarcação tenta salvar a humanidade quando eles descobrem que um vírus mortal acabou com boa parte da população da Terra. Quando retornam para os Eua, afinal sua paleomicrobiologista parece ter encontrado uma suposta cura para a epidemia, a embarcação descobre que a ordem mundial está se modificando e eles já não sabem mais em quem confiar.

Mais uma série que aborda o comportamento humano num drama de sobrevivência, sai os zumbis e a falta de energia, entra uma pandemia. Ainda não houve uma boa apresentação dos personagens, todos muito rasos, principalmente, o capitão ético e a especialista idealista que não se “batem”, inicialmente, os coadjuvantes pouco atraentes e um personagem traíra; ainda não sei se a série conseguirá ir adiante do que Last Resort.

Porém, um acerto da série foi o clima de tensão e as boas cenas de ação, torço pelo bom desenvolvimento da série!

s01e02 Welcome to Gitmo – Chandler e sua equipe se dirigem para a base militar de Guantanamo em busca de comida, suprimentos médicos e combustível. Durante o processo, prisioneiros atacam as equipes de busca. Ainda na expectativa de que a série seja mais do que o problema do episódio, por exemplo, buscar mantimentos, combustível, navio inimigo, etc., pode ser que o próximo episódio seja determinante para minha continuidade ou não em seguir com a série, se a mesma se prestar a desenvolver-se mais do que um procedural de sobrevivência.

s01e03 Dead Reckoning – abordando o gancho do episódio anterior, TLS revela mais alguns detalhes da atual situação do mundo, com a ameaça do navio nuclear russo, em busca da dr. Rachel, se o episódio tentou (com algum sucesso) manter uma tensão constante, ainda não conseguiu desenvolver seus personagens. Bom Episódio.

s01e04 We’ll Get There – Navegando em mar aberto, a equipe tem seus primeiros problemas referentes a mantimentos, no caso agua potavel, e manutenção da embarcação. E com isso, decisões precisam ser tomadas no sentido de resguardar a população do navio ou priorizar a pesquisa sobre o vírus. Episódio filler, que não conseguiu aprofundar os personagens, como pretensiosamente gostaria.

s01e05 El Toro – episódio “busca” da semana, no caso, chegando à costa da América Central, eles precisam começar os testes da vacina em macacos, sendo necessário buscá-los nas florestas próximas; uma missão para ajudar Rachel com seus ensaios de vacinas leva Chandler e uma pequena equipe para as selvas da Nicarágua, onde irão encontrar com um traficante que irá fazer de tudo para manter o seu poder sobre a sua sociedade oprimida.

s01e06 Lockdown – O pânico toma conta do navio, após uma doença misteriosa aparecer em um dos tripulantes. Ainda trabalhando os roteiros com o “problema” da semana, a série vem mantendo uma regularidade mas, claramente, mostra que não deve aprofundar o drama de sobrevivência, deve ficar somente como uma série de aventura.

s01e07 SOS – Depois de receberem um pedido de socorro próximo da Jamaica, Chandler e sua equipe planejam uma tentativa de resgate; Chandler e Tex ficam encalhados no mar, enquanto Slattery e a tripulação procuram por seu capitão perdidoTudo muito óbvio e previsível!

s01e08 Two Sailors Walk into a Bar… – Slattery assume o posto de comando enquanto Chandler e Tex enfrentam uma situação perigosa. Com o destino do mundo em risco, Slattery deve salvar o capitão sem perder o importante protótipo da vacina. Olha, sinceramente, em meio ao desgosto de ver a série se sujeitar a ser somente um procedural de sobrevivência, achei esse um dos melhores episódios; tenso, vibrante e com consequências, o roteiro deu passos à frente na sua narrativa, parou de andar para o lado.

s01e09 Trials – Rachel e Chandler procuram voluntários para os testes em humanos de sua vacina. A esposa e o pai de Chandler lutam para manter sua família viva. Mais um bom episódio, mostrando os testes da vacina em humanos, claro que dispensava a personagem desconhecida que iria morrer previsivelmente, em comparação aos demais, personagens mais conhecidos, foi tenso; porém, mostrar a rotina da mulher Chandler, sem acrescentar nenhum conflito que não fosse a entrada de Titus Welliver e uma possível ameaça de ter sido infectada, mas agora há a vacina!

s01e10 No Place Like Home Season Finale – Chandler e sua tripulação retornam para casa, Eua; uma comandante, representante do poder polítco, ameaça a restauração da lei e da ordem num mundo devastado pelo vírus. Chandler deixa o navio para salvar sua família.

Não me arrependo de ter acompanhado a série, porém confesso que paro por aqui, principalmente, por acreditar que a nova fase da série, em solo, tende a se transformar num tipo de “Revolution”, série recentemente cancelada, na qual um mundo apocalítico sofria nas mãos de milícias e auto intitulados “salvadores/presidentes/governadores”, mesmo confessando que me surpreendi com o twist do arco, todas as storylines continuam sendo retratadas de maneira superficial e rasa. Aconselho para os fãs do gênero, principalmente, por ser uma temporada curta, é inofensiva!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: