American Crime (ABC) – 1ª temporada (FINALIZADA)

americancrimeUm veterano de guerra é assassinado e sua esposa é violentada na pequena cidade de Modesto. Separados, os pais do primeiro voltam a se encontrar por causa da tragédia e tentam descobrir o que realmente aconteceu e quem foram os responsáveis.

s01e01/02 Episode One/Two – após um jovem casal ser atacado em sua casa, a causa envia ondas de choque a comunidade e atiça tensões através das linhas raciais. Nem tudo é o que parece e a investigação trará revelações dolorosas.

Aposta do canal ABC para fechar a temporada substituindo How to Get…, sucesso midiático da temporada 2014/15, no entanto, mudou-se completamente o foco e proposta, enquanto How To Get… é um produto típico de Shonra Rhimes, novelão procedural com pitadas policiais e uma forte protagonista feminina, aqui temos um drama social com pitadas policiais.

Por mais que num primeiro momento pareça ser mais uma série policial, o roteiro de John Ridley (ganhador do Oscar por 12 Anos de Escravidão) aposta num ambiente fervoroso socialmente, são brancos, negros e latinos acusando uns aos outros em temas como tolerância, preconceito e justiça. Nada mais atual em solo americano.

Porém, como nada é perfeito, achei o texto de Ridley muito óbvio e repetitivo, “martelando em nossa cabeça: aqui tudo é social”, pode ser que o roteirista não tenha muita experiência com drama (televisivo), dei uma espiada em sua filmografia, antes de 12 Anos de Escravidão, Ridley sempre se dedicou as comédias/sitcoms, me parece que pesou a mão e criou muitos personagens ambíguos (o que é bom) mas pouco carismáticos.

Porém, por se tratar de uma antologia, acredito que nos próximos episódios a trama centralize nas questões relevantes e abra mão do discurso repetitivo.

s01e03 Episode Three – me parece que a trama começa a andar realmente, mesmo com situações soltas e personagens idem, gosto como os familiares das vitímas/criminosos começam a se desenvolver, desde a relação conflituosa de Barb e Russ (Felicity Hoffman está extremamente desagradável), até a família da ex-modelo (muito triste o discurso da viciada).

s01e04 Episode Four – Nova informação leva a equipe de defesa de Carter a aterragem de um audiência de fiança. Mark, irmão da vítima, revela alguns segredos do irmão, ao final, vemos que Gwen acorda de seu coma; apesar de achar muito disco arranhado o discurso da série, acredito que agora, quando o caso investigativo ficar de lado e observarmos as consequências do mesmo, a trama pode atingir seu real drama.

s01e05 Episode Five – Carter é libertado sob fiança ; Mark diz a Barb algo que surpreende. Episódio intenso, focado na relação destrutiva de Aubry e Carter, quando percebemos que a jovem loirinha é quem “leva pro mal caminho” o negro segregado; muito boa a construção dessa relação doentia!

s01e06 Episode Six – Barb vai para a mídia para chamar a atenção para o caso de seu filho. A situação de Carter atrás das grades piora.

s01e07 Episode Seven – Aubry é convidada a testemunhar contra Carter ; um novo investigador tem informações para Aliyah . Nossa como a trama de American Crime fica rodando, rodando, rodando e não sai do discurso de etnias, parece que a trama não tem mais o que desenvolver que pena, não é de todo ruim, mas deixa uma sensação de ineficácia em cena!

s01e08 Episode Eight – Aaliyah planeja organizar uma marcha para tornar o caso de Carter conhecido e assim gerar comoção. Nossa, mesmo batendo incessantemente na questão racial, o que tornou a série um roteiro de uma nota só, inclusive, a trama com os latinos perdida entre as demais, confesso que esse calor de manifestações, com a entrada superficial de um grupo separatista racial, sempre me surpreende por ver até onde vai o discurso de um ser humano doente! Regina King mandando na série!

s01e09 Episode Nine – As vidas dos participantes em um julgamento com motivações raciais significativas são mudadas para sempre durante o processo legal. Uma confissão surpreende o Promotor. Mesmo renovada para 2ª temporada, graças a série é antológica, assim renova-se elenco e trama. Senti falta das consequências da passeata do episódio anterior, e mais, a confissão era tão óbvia desde o início da série, vamos ver se saberão trabalhar nas consequências da mesma!

s01e10 Episode Ten – Russ deve preparar o combate quando novas alegações contra o papel de Matt Skokie vir à luz. Tony passa por uma audiência na Vara de Família. A reviravolta do caso, sendo assumido a autoria da morte pela branquinha junkie, acaba por fazer alguns papéis se distorcerem, tanto na família da moça, quanto nos pais da vítima.

s01e11 Episode Eleven Season Finale – O caso chega ao fim, mudando a vida das pessoas envolvidas para sempre. Uma pena que o caldeirão cultural criado por John Ridley se perdeu como fumaça, de plot altamente atual e relevante, vimos os mais diversos estereótipos desfilarem em cena e pouco conteúdo foi realmente debatido; a narrativa fragmentada, sem uma linha clara de crescimento dramático também pouco acrescentou à temporada, faltou maior coerência ao roteiro e aos personagens que mudavam como a vontade do texto, menos mal que os atores se esforçaram para criar empatia ao espectador pois essa intenção o texto não teve!

A série foi renovada pelo canal ABC como série antológica (a la American Horror Story), diferente trama e elenco, espero que isso sirva ao criador um tempo maior e melhor polimento, pois como idealizador ele teve uma ideia ótima já como roteirista deixou a desejar.

STATUS: RENOVADA (2016).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: