Grey’s Anatomy (ABC) – 11ª temporada (FINALIZADA)

GreysA-Cartazs11e01 I Must Have Lost It on the Wind – Com Cristina longe, Meredith se esforça para recuperar um senso de normalidade, tanto em casa como no hospital. Callie e Arizona chegam a uma decisão sobre barriga de aluguel. Bailey percebe que vai ter que lutar com Alex pelo lugar disponível no Conselho.

Estréia razoável da série, não havia nada muito relevante para ser resolvido após a Season Finale, somente observar como será a dinâmica da série com a saída de Christina; obviamente, a entrada da meia irmã cardio não seria tão bem vinda, mas gosto de pensar que o Chief já sabe de tudo, espero que não seja um arco longo em demasia; gosto da aproximação de Karev e Mer, assim como o mimimi deixado de lado por Derek (cruzo os dedos pela não concretização dessa barriga de aluguel, muito clichê para o casal).

Somente, dispensava os péssimos efeitos especiais do helicóptero no heliporto do hospital, a lá canal SyFy, após 11 anos dá para investir um pouco mais na série!

s11e02 Puzzle with a Missing Piece – Maggie continua a tentar fazer uma impressão positiva no hospital, mas encontra-se em situações extremamente infelizes. Richard continua a esconder seu segredo e os médicos trabalham com uma mulher moribunda que está sendo mantida viva por sua filha.

Bacana o roteiro centrar a perspectiva na nova personagem em um dia extremamente infeliz, dra. Maggie, acho que Greys mais do que ninguém, sabe como errar e como acertar na introdução de novos personagens, dependendo de como Maggie reagirá frente as novidades da sua vida a personagem pode ser um acerto.

s11e03 Got to Be Real – Owen apresenta Callie aos pacientes do Veterans Hospital, na esperança de que ela irá ajudá-los com seu estudo. Jo fica com ciúme da amizade de Alex e Meredith. Maggie continua a confiar em Richard. Alex e Bailey se preparam para se apresentar ao Conselho. Episódio bastante tenso, principalmente, pelos membros do Conselho do Seattle Grace, quando achava que o arco de Maggie/Meredith iria ser um porre, a descoberta de Richard abreviou tudo, no entanto, ainda fico com um pé atras com esse arco; voltando aos membros do Conselho, que girou em torno da escolha do novo membro, o relacionamento entre eles está instável, Meredith e Shepard, Shepard e sua irmã, Owen e Callie, Callie e Arizona, imagino consequências dramáticas nos próximos episódios.

s11e04 Only Mama Knows – os roteiristas de Shonda são muito espertos, em plena 11ª temporada, ainda conseguem fazer um episódio calcado no passado de Ellis Grey e Chief, juntando pontas sobre o novo nucleo familiar da série, Maggie/Weber/Meredith, com certeza têm minha admiração! Segredos do passado de Ellis Grey vêm à tona quando Meredith assiste a antigos vídeos e lê os diários dela. Maggie agita o hospital com um anúncio inesperado. Alex ganha novas responsabilidades. Derek descobre a verdade sobre Maggie.

Gostei da maneira como estão tratando a crise matrimonial de Derek e Meredith, bons argumentos de ambos lados, mas mesmo assim, Derek encontra tempo para dar um abraço na sua mais nova cunhada, lembrando que ele sabe lhe dar com irmãs, ótimo comentário!

s11e05 Bend and Break – Neste episódio centrado em Callie e Arizona, o casal reflete sobre os problemas que vêm enfrentando no casamento. No trabalho, Callie se dedica ao projeto dos Veteranos, e Arizona se esforça para impressionar a Dra. Herman.

Como gosto quando a série pega uma storyline e trabalha a mesma durante um espaço temporal maior que uns dias retratados durante um episódio, impressionante o momento “Em Terapia/In Treatment” do belo casal, e mais impressionante ainda é ver retratado na telinha uma discussão adulta e relevante. Bacana mesmo nós sabendo que isso não deve durar muito.

s11e06 Don’t Let’s Start – Owen investe em uma paciente quando percebe que ela pode ter servido no exército. A mãe de April faz uma visita e cria laços com Jackson. Derek planeja um jantar em família. O diagnóstico de um paciente faz Bailey reconsiderar algumas questões. Além disso, vimos o real papel de Geena Davis nessa primeira parte da temporada.

s11e07 Can We Start Again, Please? – Segredos sobre o passado de Amelia vêm à tona e causam problemas para ela no hospital. Bailey supervisiona a primeira cirurgia solo de Jo. Arizona deve tomar uma decisão na ausência da Dra. Herman. Os médicos cuidam de um casal que escapou de um incêndio.

s11e08 Risk – Maggie e Meredith discordam de Derek sobre como abordar o caso de um paciente, o que leva a uma discussão tanto no âmbito profissional quanto no particular do casal. Callie sente responsável quando um dos seus veteranos é pressionado, e o procedimento de rotina de um médico resulta em um diagnóstico devastador. Bons ganchos no desfecho midseason da série, preparem os lenços em 2015!

s11e09 Where do We Go From Here – Enquanto Derek prepara sua mudança para Washington, Meredith mantém-se ocupada no hospital. Enquanto isso, Jackson e April lidam com más notícias, e Arizona e Amelia discutem qual a melhor abordagem para a Dra. Herman.

Como esperava, preparem os lenços! Fiquei impressionado com o roteiro que evitou criar uma situação frágil para o casal Derek e Meredith somente para separá-los, me soou real e verossímil tudo o que o casal vem passando. Sou obrigado a dizer que somente GA consegue me cativar/emocionar ao conseguir unir um “caso médico” + drama dos personagens + metáforas de forma única, ainda hoje na televisão americana, são por episódios como esse que não “abandono” minha novela predileta!

s11e10 The Bed’s too Big Without You – April permanece otimista conforme Arizona começa a fazer exames em seu bebê. Owen e Callie encorajam um ao outro para sair em encontros. Meredith, Maggie e Bailey usam a impressora 3D para a melhor compreensão do tumor de um paciente. Gostei do caso da semana, principalmente, pelo enfoque intimista das personagens femininas, claro que o arco de April e Jackson deve ser o mais maçante dessa 2ª parte da temporada, pelo dramalhão que deve gerar!

s11e11 All I Could Do Was Cry – Após várias discussões com a Dra. Herman, April e Jackson devem enfrentar sua situação de frente e tomar uma decisão difícil sobre seu futuro filho. Meredith tenta encontrar alguém para cuidar das crianças, para poder visitar Derek no fim de semana.

s11e12 The Greater Pretender – Maggie fica chateada quando Meredith evita perguntas sobre DC. Bailey e Ben ficam preocupados quando o irmão de Ben é admitido no hospital. Dra. Herman começa a ser menos rígida com Arizona. Richard sente-se manipulado por Catherine.

Gosto como a temporada tem trabalhado o casal Meredith e Derek, me parece uma crise tão real, não novelesca com um suposta separação para efeitos dramatúrgicos, tão plausível, aprofundando os personagens, principalmente, Meredith que está em destaque.

s11e13 Staring at the End – Os médicos ficam fascinados com o caso da Dra. Herman quando Amelia dá uma palestra detalhando as complicações da cirurgia. Arizona e Herman aumentam cada vez mais a quantidade de casos que tentam concluir. Bailey apresenta o caso de uma mulher grávida. O arco de Herman e Amelia ganha força e praticamente ocupa todo episódio.

s11e14 The Distance – Neste episódio centrado em Amelia, ela se ocupa com a cirurgia e outros médicos observam. Com a ajuda de Stephanie, ela opera Herman, mas percebe que é mais difícil do que previa. Bailey fica incrédula quando Arizona lhe mostra um dos casos de Herman. Muito bom o desfecho do arco de Amelia e Herman, além de indiretamente, envolver Arizona, apesar do destaque mais que necessário a nova personagem da série, Amelia, gostei demais da intervenção do Chief e de Meredith.

s11e15 I Feel the Earth Move – Um terremoto faz o chão tremer no Grey Sloan Memorial, prendendo Maggie no elevador e ameaçando as cirurgias de Meredith. Enquanto isso, Owen dá conselhos médicos para uma criança por telefone e Ben confia em Jackson. Gostei que o episódio conseguiu criar um evento catastrófico mas sem gerar risco de vida para nenhum personagem, mas confesso que o gancho final de Meredith me deixou apreensivo, acho que Derek não seria tão imaturo nessa altura do campeonato, mesmo que faça meses que Meredith não lhe visita.

s11e16 Don’t Dreams It’s Over – A condição de um paciente acende uma conversa entre Richard e Maggie sobre o Alzheimer. April e Jackson lutam para retornar às suas vidas. Arizona se depara com a realidade de Callie estar seguindo em frente. Meredith revela seus maiores medos sobre Derek.

s11e17 With or Without You – Meredith, abalada com os últimos acontecimentos, tenta descobrir o que fazer com Derek. Enquanto isso, Owen fica chocado quando sua mãe dá entrada no hospital. Adorei toda a storyline de Meredith assim como achei desnecessária a trama da mãe de Owen, mas a temporada permanece muito boa.

s11e18 When I Grow Up – Uma visita de campo ao hospital se torna dramática quando as crianças testemunham dois policiais feridos entrando na ER. Stephanie fica de olho em um dos acompanhantes, trama divertida. Callie trata o Capitão, participação de Kevin Alejandro (suposto affair de Callie) e Amelia deve enfrentar seus sentimentos por Owen. Muito bom o caso da semana e o tom novelesco adotado, além do momento abençoado de Meredith. Que temporada boa!

s11e19 Crazy Love – Ao perceber que Owen e Amelia tem se encontrado às suas costas, Meredith questiona duramente sua cunhada, levando Amelia a repensar as coisas. Catherine entra em cena quando um homem chega ao hospital após sua mulher procurar vingança por sua traição. Nada como cortes penianos para levantar discussões amorosas em Seattle Grace, episódio leve e divertido, porém com um gancho preocupante.

s11e20 One Flight Down – Um pequeno avião cai em Seattle fazendo vários feridos e trazendo de volta horríveis memórias para os médicos, especialmente Meredith e Arizona. Enquanto isso, o atrito entre Owen e Amelia deixa Stephanie em uma situação de trabalho desconfortável. Ufa! Achei q a série cometeria a barbárie de fazer um personagem sofrer dois acidentes de avião numa mesma década, menos mal assim os roteiristas provam que sabem chegar no limite do verossímil com seus personagens, sem tirar com a cara e paciência do fã/espectador. Muito legal o Chief bancando o quase envolvido na tragédia quando sabemos que ele, ainda, não foi alvo de nenhuma “event series” de Shonda.

s11e21 How to Save a Life – A caminho do aeroporto, Derek testemunha um terrível acidente. Correndo contra o relógio, ele tenta de todas as maneiras ajudar os sobreviventes. Escrito por Shonda Rhimes. Ainda não sei dimensionar as consequências imediatas de mais essa baixa na série, ainda que não tenha sido o pior “disaster” da série (que continua sendo a inútil queda do avião), o episódio em si foi bastante triste apesar do belíssimo dia de sol, vou confessar que acredito que a saída do ator não tenha ocorrido da melhor maneira nos bastidores, pois notem que a única personagem regular da série a contracenar com o ator foi a própria Meredith, assim toda a situação, mesmo que tenha sido pensada há muito tempo, me pareceu fria e solitária para um personagem tão importante dentro da série.

E eu que vinha elogiando todo o arco do casal Mer e Derek, principalmente por terem evitado um divórcio/rompimento no acidente de avião acabei tomando um tuf na sequência. Claro que o sentimentalismo inevitável da despedida foi bacana e necessário, espero, mais uma vez, que a série que vinha tendo um temporada muito competente, consiga superar essa perda de melhor maneira (de novo!).

s11e22 She’s Leaving Home – Neste episódio duplo, veremos como Meredith e os médicos lidam com a notícia da morte de Derek. Enquanto isso, April toma uma decisão chocante que Jackson não consegue compreender, e Bailey e Ben discutem sobre seu futuro em virtude da morte surpreendente de Derek.

Acredito que em outra ocasião Grey’s já havia utilizado da passagem de tempo, acho que uns 3 meses adiante, para fazer um retrato mais panorâmico dos sentimentos dos personagens e para ilustrar recuperações de pacientes (que demorariam mais para ocorrer do que em um simples episódio). Confesso que não esperava tanto tempo, acho que foram praticamente 8-10 meses, sendo que o grande fator surpresa para mim, além da gravidez de Meredith, foi como os roteiristas pareciam que em algum momento (não necessariamente agora) utilizariam essa trama de Meredith estar sozinha, perdendo seu marido/amor, como ocorreu com sua mãe (dispensava o monólogo da atriz de peruca), para fazer um paralelo entre Meredith e Elis Grey e, principalmente, mostrar como a médica superou psicologicamente sua mãe (literalmente evoluiu como ser humano).

O contexto, flash, frases tudo muito rico/dramático para quem acompanha a série durante esses 11 anos. Ainda não sei se Patrick Dempsey vai fazer falta à série e, mesmo se esse luto, sofrido por Meredith e Amelia (com diversos momentos dramáticos aqui também, a personagem me parece que irá ganhar mais espaço ainda com essa tragédia, principalmente, porque seu vicio esconde bem o que o texto ilustrou), irá perdurar/funcionar dentro da série, menos mal que estamos na reta final, assim, não servirá de gancho para a próxima temporada e haverá um tempo real de luto para todos os fãs até a possível estréia da série me setembro.

s11e23 Time Stops – Os médicos do Grey Sloan Memorial Hospital são obrigados a colocar suas emoções de lado quando ocorre um evento catastrófico. Sim, mais um evento, nesse caso, um túnel caiu e as consequências do acidente são os pacientes do episódio, duplo pra mim, pois deixou um gancho bem bacana para a season finale. Gostei muito do episódio que apresentou os novos internos, com atenção para 4/5 personagens, mas tenho um senão, porque passados 9 meses do falecimento de Derek, somente agora Amelia questiona as decisões que Meredith tomou na ocasião? Roteiro muito oportunista no sentido de criar um conflito entre as personagens, mas completamente inverossímil após a passagem de tempo, equívoco total.

 s11e24 You’re my Home Season Finale – Conforme os médicos continuam a enfrentar uma crise imensurável, eles são lembrados do que é importante, ficando mais próximos uns dos outros.

Que episodio bom e que bem estar me provocou! Continuando com o caso da semana anterior, muito bem trabalhado pelo roteiro, com direito a covardia de trazer o recém nascido para junto do pai numa cena emocionante, gostei de todo contexto do caso do homem dentro do carro, além disso, Meredith, como protagonista, trouxe uma racionalidade poucas vezes vista na série ao lhe dar com Chief/Catherine e Amelia, além disso, sua meia irmã também aproveitou de seus conselhos.

Podia servir de episódio series finale, da maneira como terminou, deixando somente 3 futuros ganchos para a próxima temporada: a iminente separação de April, que esta uma personagem muito melhor, segundo até mesmo Miranda (April versão 2.0), falando nela, a indicação para a novo Chefe e os novos internos.

Foi uma temporada extremamente regular, com boas storylines, uma perda considerável e a ascensão de Meredith como personagem chave dentro da série, seu arco foi fantástico, apesar dos pesares.

STATUS: RENOVADA PARA 12ª TEMPORADA (set/2015).

2 Respostas to “Grey’s Anatomy (ABC) – 11ª temporada (FINALIZADA)”

  1. Hannah Says:

    Então Arizona e Callie terminam de vez ??? O.o

  2. Paulo Jr Says:

    Em Grey’s Anatomy apenas a morte é garantia de “terminar de vez”!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: