Marvel’s Agent Carter (ABC) – 1ª temporada/minissérie (FINALIZADA)

agentcarterAgent Carter conta a história de Peggy Carter (Hayley Atwell). O ano é 1946, e Peggy se encontra marginalizada quando os homens retornam ao lar após a Guerra. Trabalhando para a RCE (Reserva Científica Estratégica), Peggy precisa balancear o trabalho administrativo e missões secretas para Howard Stark, ao mesmo tempo em que leva uma vida solteira após perder o seu amor, Steve Rogers.

s01e01 Now is Not the End – Peggy é contatada por um velho conhecido, Howard Stark, quando este é acusado de liberar suas armas mortais, para ajudá-lo a limpar seu nome, já que ele não pode confiar em mais ninguém.

Apesar de ter abandonado Agents of Shield (mesmo lendo que a série engrenou), resolvi conhecer essa série principalmente porque gosto muito do clima matiné do primeiro Capitão América, e achava que os criadores desta série iriam apostar forte numa protagonista mulher numa trama de aventura. Resultado (à primeira vista): acerto total, Hayley Atwell esta perfeita na composição de Peggy, vivendo à sombra dos homens do escritório, a agente busca através de sedução, inteligência e humor ganhar pontos em sua investigação.

Os criadores conseguiram trazer a figura  de Howard Stark (pai do Homem de Ferro) para o centro da série, pelo menos nessa primeira temporada, que se mostrou um acerto, muito mais que a série esta sendo vendida como uma minisserie, o que deve gerar um produto com início, meio e fim. Outro acerto é James d’Arcy como mordomo de Stark, fiel escudeiro de Peggy em suas investigações.

s01e02 Bridge and Tunnel – A arma mortal de Howard Stark caiu nas mãos dos inimigos, cabendo apenas à agente Carter a tarefa de recuperá-la. Será que ela consegue fazer isso antes que sua missão secreta seja descoberta pelo chefe da SSR, Dooley, e pelo Thompson? Continua bom!

s01e03 Time and Tide – A SSR leva Jarvis ao escritório para interrogá-lo depois de ligarem o carro de Howard à explosão na Roxxon. Enquanto isso, Peggy continua sua busca por Leviathan mas percebe que está perdendo pessoas à sua volta por causa disso.

s01e04 The Blitzkrieg Button – Peggy pode estar mais encrencada do que nunca quando o fugitivo Howard Stark retorna de repente e com razões misteriosas. Enquanto isso, Dooley busca uma nova pista na Europa e ameaça destruir o futuro de Carter na SSR. Excelente química entre Peggy e Howard Stark, deixou o episódio leve com aventura e suspense, lembrando a principal característica do primeiro Capitão América!

s01e05 The Iron Celing – Peggy finalmente ganha uma missão e chama o esquadrão Howling Commandos para sua proteção. No entanto, seu disfarce pode estar em risco quando Dooley envia o agente Thompson em seu encalço. Muito bom episódio, saiu um pouco da rotina do escritório e foi a campo, conseguindo desenvolver os personagens coadjuvantes. Gosto do potencial da vilã!

s01e06 A Sin to Err – Peggy descobre a chocante verdade sobre Leviathan, mas não se dá conta de que seus verdadeiros inimigos estão mais perto do que ela imagina. Enquanto isso, Souza está perto de confirmar a verdade sobre Peggy e poderá colocá-la na mira da SSR. Muito bom!

s01e07 Snafu – Peggy está acuada e mais vulnerável do que nunca quando Leviatã age contra ela. A SSR se aproxima de Howard Stark e, logo, paga um preço alto ao descobrir que o verdadeiro inimigo está mais perto do que haviam percebido. A reta final de minissérie, ou primeira temporada, está empolgante, os roteiristas conseguiram unir aventura, suspense e comédia na medida certa, lembrando realmente o primeiro Capitão América, uma verdadeira matiné; os inimigos criados aos poucos são um dos méritos além da dinâmica entre Peggy e Jarvis.

s01e08 Valediction Season Finale – Peggy enfrenta a verdadeira fúria da Leviatã, ao mesmo tempo em que Howard Stark retorna. Ele assume a culpa e se compromete a resolver. Peggy, Sousa e Thompson unem-se nessa batalha e contra todas as possibilidades, dão tudo de si para fazer dar certo.

Apesar de achar que o episódio anterior foi melhor, acho que a season (series) finale foi digna, fechou um arco de aceitação da agente Carter bastante interessante, além de terem escrito um ótimo partner pra ela, Jarvis, fora que as aparicões de Howard Stark sempre renderam uma sensação de matiné sempre agradável. Mas todos os méritos vão para Hayley Atwell, atriz que compôs uma agente Carter na medida, reunindo drama/aventura/sagacidade.

STATUS: INDEFINIDA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: