Fargo (FX) – 2ª temporada (FINALIZADA)

fargos02e01 Waiting for Dutch – Uma mudança inesperada de acontecimentos em uma lanchonete gera consequências que vão afetar diretamente a vida tranquila de uma pacata cidade no interior de Minnesota.

Voltamos à Dakota do Norte, gélido estado americano, em pleno anos 70, com direito a um prólogo citando Ronald Reagan ainda ator numa esquete de bastidores de filmagem, após isso, vemos que Fargo irá sofrer com um novo “acidente” envolvendo criminosos e pessoas inocentes recheado de humor negro que parece, num primeiro momento, render tanto quanto à primeira temporada. Gosto do elenco e os personagens me parecem bastante carismáticos.

s02e02 Before the Law – Os Gerhardts recebem uma oferta inesperada e dois assassinos surpreendentes tentam limpar a bagunça. Dando uma segurada no ritmo alucinado da premiere, agora começamos realmente a conhecer os personagens, ainda despontando o casal de Kirsten Dunst e Jesse Plemmons (enorme de gordo, que bizarro!).

s02e03 The myth of Sisyphus – A busca por Rye aumenta. Enquanto isso, Lou visita Fargo e Peggy se depara com uma nova teoria sobre o atirador no Waffle Hut. Adorando a personagem de Milioti (boa surpresa), enquanto Patrick Wilson esta devendo com seu personagem.

s02e04 Fear and Trembling – Floyd responde à proposta de Kansas City, ao mesmo tempo em que Hanzee coloca o pé na estrada. Para completar, Lou lida com uma epifania. E agora a coisa vai desandar, quero ver como o departamento de polícia irá segurar tantos criminosos na mesma cidade.

s02e05 the Gift of the Magi – Floyd parte para a ação e Charlie tenta provar seu valor. Já Peggy e Ed discordam sobre o que fazer a seguir, ao mesmo tempo em que Lou se vê deixado de lado durante a campanha de Reagan. Comecou a caçada entre as máfias, estando o casal no meio e a polícia ainda a merce de tudo. Penso que de alguma maneira essa intereação entre Lou e o Reagan deve render algo na temporada, parece tão gratuito por enquanto, até mesmo pela aparição grande que vem tendo o futuro Presidente.

s02e06 Rhinoceros – Lou e Hank tentam evitar uma briga; Peggy e Ed defendem suas escolhas e o Clã Gerhardt tenta obter de volta um dos seus próprios. E começaram os inevitáveis embates, com sequências de tensão muito tensas.

s02e07 Did You Do This? No You Did It – Lou e Hank fazem uma investigação em Fargo; o rei do café da manhã visita Betsy e Molly; Floyd é mandado para longe; e Bear é questionado quanto sua lealdade como membro da família.

s02e08 Loplop –  Hanzee procura por Peggy e Ed, enquanto Dodd acaba em um território desconhecido. Quando parecia que os melhores episódios seriam aqueles que trariam os conflitos armados entre os criminosos, a familia Gerhardt e a polícia, com Peggy e Ed no meio, o diretor e os roteiristas criaram essa pequena pérola dentro da temporada, tenso e cheio de dinâmica, quase todo filmado numa casa de campo, genial! Adora Peggy e sua psicopatia kkkk

s02e09 The Castle – Peggy e Ed concordam em seguir com seu plano, Lou enfrenta problemas jurisdicionais e Hanzee volta para os Gerhardts. Episódio tenso, bem dirigido e que reuniu os bandidos, policiais de diferentes distritos (a maioria estúpido), Peggy e Ed no mesmo cenário, todos somente não contavam com a presença ambígua de Hanzee, que vem roubando a temporada nesta segunda metade. Dizimou parte do elenco e deixou aberto o conflito final entre Lou e Hanzee, com Peggy e Ed no meio da confusão!

s02e10 Palindrome Season Finale – Após o massacre no hotel, Peggy e Ed conseguem escapar, mas Hanzee os persegue e Lou tenta impedir mais mortes. Enquanto isso, Milligan se prepara para herdar o império dos Gehardt.

Que temporada amigos! Mesmo não alcançando o ápice dramático do episódio anterior, até mesmo pela adição do massacre, a finale de Fargo trouxe bons momentos, principalmente para Peggy, personagem que Kirsten Dunst carregou com maestria lembrando seus bons momentos lá do início de carreira; gostei do derradeiro fim da esposa de Lou, tendo um momento linkado com a primeira temporada, que acaba por fechar o ciclo desta segunda. Imperdível e incrível como a qualidade da série se manteve, mesmo praticamente reprisando os ambientes, a favor da temporada todo o contexto histórico dos anos 70 com questões como o feminismo, sonho americano, Reagan e as conspirações alienígenas, etc.

STATUS: RENOVADA PARA 3ª TEMPORADA (2º semestre de 2016).


%d blogueiros gostam disto: