Person of Interest (CBS) – 5ª temporada (FINALIZADA)

personinterests05e01 B.S.O.D. – Reese e Finch tentam resgatar o código-fonte da Máquina antes de se deteriorar além do reparo. Além disso, Root luta por sua vida contra um ataque de agentes do Samaritano e Fusco é confrontado com perguntas difíceis após a morte de Dominic e Elias.

Que saudades da turma de Reese e Finch, após quase um ano e meio de espera, chegou o momento de curtir a despedida de um dos melhores procedurais que a tevê americana exibiu nos últimos anos, instigante e atual, PoI conseguiu criar uma mitologia sobre inteligência artificial sem apelar para ficção científica trazendo conceitos atuais para uma trama de conspiração viciante. Em seu retorno tivemos praticamente um reboot da série, afinal a Machine precisa ressuscitar enquanto Samaritan procura incansavelmente pelos nossos heróis, tenso e ágil, o episódio iniciou um jogo de gato-e-rato que promete ser arrepiante.

s05e02 SNAFU – A Machine sofre uma falha durante a reinicialização, fornecendo a Reese e Fusco números de pessoas que não estão envolvidos em crimes, enquanto bloqueia Finch e Root após identificá-los como ameaças se baseando em seus comportamentos violentos passados. Muito bom episódio de retorno da Machine aos trabalhos, com um bug bem simples, mas complexo para Finch e Root resolverem.

s05e03 Truth Be Told – O disfarce de Reese pode estar arruinado quando ele descobre que a atual pessoa de interesse tem laços com seus antigos colegas da CIA. Episódio padrão da série, o que não é ruim, é que espero que não sejam muitos assim fillers, por se tratar de uma temporada de despedida.

s05e04 6.741 – Shaw escapa de seus captores, mas a equipe fica insegura quanto a seu estado mental quando ela começa a agir paranóica e imprudente. Não fosse o “velho” truque narrativo de sonho e ou alucinação, poderia ter aproveitado melhor o episódio pois desconfiei desta situação desde o inicio do episódio, no entanto, ao matar Reese ficou bem claro; em contrapartida, saudades de Shaw, personagem explosiva, e que têm uma dinâmica louca com Root, os fãs devem ter entrado em êxtase!

s05e05 ShotSeeker – Reese protege um analista da NYPD quem está chamado a atenção de Samaritan através de sua investigação de uma falha de software; e um aliado de Elias ameaça Reese e Fusco. Como sempre acontece os roteiristas nos fazem surpresas, aqui vemos que um parceiro de Elias ressurge para saber detalhes da sua morte e vemos que Samaritan conseguiu inibir qualquer organização criminosa de prosperar, além disso, vemos que qualquer indivíduo que faça ou aja de modo suspeito já surge como possível vítima do sistema.

s05e06 A More Perfect Union – A Machine manda Reese e Finch para um casamento para proteger um par de pessoas de interesse antes de seu casamento. Irritado por ter sido mantido no escuro pelo time, Fusco começa a investigar uma série de relatórios de pessoas desaparecidas. Não fosse o arco de Fusco, em busca da verdade e de pessoas desaparecidas, as demais duas subtramas foram abaixo da média, tanto a tentativa de Samaritan mostrar suas qualidades a Sameen, inclusive com o ressurgimento do garoto Samaritan, quanto os números da semana, um casamento com fraude de doping, chatos…espero por uma melhor participação/retorno de Sameen à trama!

s05e07 QSO – Root vai disfarçada em uma estação de rádio para proteger o apresentador de um programa de teoria da conspiração que se deparou com informações que podem matá-lo. Agentes de Samaritan tentam convencer um membro do time de que seus objetivos são nobres. Gosto da maneira pragmática como Samaritan resolve eliminar ou não uma ameaça, bastando a mesma modificar seu comportamento público para suspender a eliminação, como poderia ter acontecido aqui.

s05e08 Reassortment – Reese e Finch ficam presos em um hospital que se torna marco zero de um surto de um vírus mortal. Enquanto isso, o mais novo recruta de Samaritan tem reconsiderações e Shaw continua lutando com a realidade. Episódio bom, com uma trama médica intricada, envolvendo guerra biológica, e a adição de um novo soldado Samaritan que trouxe o tema de seleção natural e desdobramentos sobre as questões éticas envolvendo o DNA bastante atuais e complexos. Palmas para os roteiristas!

s05e09 Sotto Voce – A mente criminosa conhecida como ‘The Voice’ retorna. Root faz uma descoberta chocante. Que “fan service” bacana os roteiristas fizeram para os fãs, antes de entrarmos na reta final da série, temos o retorno de um dos rivais dos nossos herois perdido em temporadas atrás, e com isso, na reta final do episódio, bastante movimentado e cheio de twist, reuniu todo time, possivelmente, pela última vez!

s05e10 The Day the World Went Away – O número de Finch surge quando um erro fatal revela sua identidade e desencadeia uma série de encontros com agente do Samaritan. Episódio dinâmico e tenso ao extremo, inclusive com uma baixa em nosso #teammachine, que serviu como catalisador para uma mudança de atitude de Finch, esta reta final promete forte emoções!

s05e11 Synecdoche – A equipe se envolve em uma conspiração quando o presidente dos EUA é indicado como a próxima POI; e Finch considera tomar medidas drásticas para combater Samaritano. Deixando de lado Finch, que esta se habituando a voz da Machine como Root, a equipe precisa lhe dar com novas ameaças e para isto, surpreendentemente, surgem caras conhecidas nossas. Sacada “fan service” dos roteiristas!

s05e12 .exe – Enquanto Reese e Shaw perseguem Finch, ele se infiltra em uma instalação de segurança máxima do governo numa missão desesperada que pode significar o fim não só de Samaritan, mas também dele mesmo e da Machine. Não posso negar que adoro episódios centrados no batido “e se…”, no qual visitamos situações a partir de mudanças narrativas, aqui Finch vê, através de montagens percentuais, o que aconteceria caso Finch não tivesse criado Machine, além disso, vemos o embate entre Finch e Samaritano, com um desfecho tenso e trazendo para a finale as possíveis consequências da escolha de Finch. Somente mais um!

s05e13 return 0 Series Finale – Finch, Reese, Fusco e Shaw embarcam em uma última missão para impedir Samaritan da dominação do mundo.

Que belo e competente término de temporada e série teve PoI, sempre instigante, atual e debatendo temas relevantes (invasão de privacidade e inteligência artificial, somente para citar os pilares da série), a série conseguiu em 5 anos evoluir de série procedural (CPF da semana) para um suspense hi-tec no qual os personagens, mesmo longe de serem explorados intimamente, no que se refere a laços familiares e amorosos, criaram uma dinâmica incrível e os roteiristas ainda criaram vilões memoráveis. Em retrospecto é fácil observar o crescimento pontual da série a cada temporada, no qual os antagonistas do Team Machine foram ficando maiores e mais difíceis de serem combatidos, afinal começamos com Elias, HR, alguns políticos e organizações para terminarmos com um embate entre AI’s.

Termina como mais um exemplo de série que respeitou o fã (ao contrário do canal que jogou esta 5ª temporada no ar de maneira inconsistente, com inclusive 3 exibições na mesma semana, um tapa-burado), ao terminar no momento certo e com a devida qualidade; assim, num mesmo ano perdemos duas das melhores séries “procedurais” dos últimos anos, The Good Wife (já desgastada) e Person of Interes (em seu auge).

STATUS: FINALIZADA.


%d blogueiros gostam disto: