The Walking Dead (AMC) – 6ª temporada (FINALIZADA)

thewalkingdeads06e01 First Time Again – Rick e o grupo continuam a ter problemas em assimilar Alexandria. Várias ameaças levam a comunidade a adotar uma mentalidade de dureza, enquanto o grupo de Rick deve dar um passo para trás na violência a que eles tiveram que recorrer.

Os ciclos que se iniciam em TWD sempre me animal, quase sempre me decepcionam depois, mas aqui tivemos uma aposta um pouco diferenciada, intimista e ao mesmo tempo grandiosa, como raras vezes a série se propôs. As duas linhas narrativas o, agora, passado emendando com o gancho da temporada passada em Alexandria, e o presente, no qual os moradores da comunidade encontram e tentam “se livrar” de uma horda de zumbis presos (nem tanto) numa pedreira.

Episódio tenso e com diversos momentos mais dramáticos, não curto muito quando surge uma voz dissonante no grupo para, logo, em seguida morrer sem ganhar maiores contornos, mas prevejo inúmeras mortes para o grande grupo atual. Acredito que os Lobos devem vir em seguida, de repente fechando essa primeira parte da temporada. Na torcida por uma temporada tensa e reflexiva.

s06e02 JSS – Quando parece que as coisas estão começando a se normalizar na comunidade, um novo problema surge para os moradores da Alexandria. Sim, a série parecia que teria um episódio morno, não mostrando as consequências do desvio da horda para Alexandria, quando no entanto, acabamos por descobrir o que gerou o buzinaço e o ataque de um grupo de Wolves à comunidade, de uma maneira selvagem ao extremo, afinal, os Wolves não possuem armas de fogo, logo matam com facas e madeira, (um horror), muito tenso! PS.: que legal rever Zoey de Nurse Jackie, agora como uma psiquiatra, responsável pelos atendimento médicos.

Quem manda em Alexandria agora é Carol badass!!!

s06e03 Thank You – Rick e um pequeno grupo enfrentam vários obstáculos tentando voltar para Alexandria. O grande problema é que pode ser que nem todos eles consigam voltar.

Voltando a criar narrativas paralelas (o que não considero muito eficiente), o episódio fica focado no grupo de Rick, Glenn e Michonne (mais a população “boi de piranha” de Alexandria) tentando evitar que parte da horda dos zumbis chega à Alexandria, sem saber o que realmente aconteceu por lá, assim vemos um verdadeiro genocídio de personagens sobressalentes que são mordidos, lesionados e pressionados de maneira já vista pelos zumbis. O que pode se dizer do episódio é que foi tudo muito tenso, bom trabalho de direção, mesmo que o texto não tenha trabalhado os personagens mortos, é aflitivo saber que aqueles zumbis cambaleantes conseguem derrotar os humanos estúpidos. O roteiro também começou a trabalhar com cliffhangers (famosos ganchos para futuro episódio), aqui tivemos a suposta morte de Glenn (que não acredito que tenha acontecido, nesse momento) e o iminente ataque à Rick (agora com a mão machucada).

s06e04 Here’s Not Here – Enquanto nos deixa angustiado com os destinos de Rick e Glenn, a narrativa da série continua fragmentando suas storylines, desta vez, ao observarmos Morgan com seu Wolf preso, voltamos no tempo para descobrir como o Clean Morgan se transformou no Mestre Yagi com cajado de madeira.

Confesso que me decepcionou a maneira como o roteiro cria o Morgan pacificador, poderiam ter sido menos obvios no lance mestre e aluno, até porque o desfecho destes relacionamentos em TWD termina sempre do mesmo jeito. O que me deixou ansioso foi o que pode acontecer quando o “experimento” de Morgan com o carinha da comunidade Wolf der errado, o que pode ser o fim de Alexandria. E depois de 3 episódios tensos e competentes, TWD entrega um episódio abaixo da média, principalmente, por perder a tensão palpável na qual vinha trabalhando até agora.

s06e05 Now – Após uma série de imprevistos, o clima em Alexandria fica cada vez mais tenso para os cidadãos abrigados. Mantendo a temática fragmentada da narrativa, vemos como ficaram os habitantes de Alexandria após o ataque dos Wolves, principalmente, focados em Deanna e Maggie. Uma pena que o ritmo dos eventos continue decaindo e os plots não rendem o suficiente, e para piorar, temos mais uma grávida em cena!

s06e06 Always Accountable – Daryl, Abraham e Sasha encontram vários obstáculos e uma nova ameaça ao tentarem retornar para a Alexandria. O roteiro resolve separar Daryl de Abraham e Sasha, para ilustrar o quão Daryl é idiota! Só pode ser isso, num mundo como aquele somente aceito que pessoas ajam dessa maneira se tiverem passado por uma epifania como Morgan, no mais não rola, a também não entendo porque a série busca esconder como são os Wolves, como eles sobrevivem, e se são outras pessoas, pois acho que até agora faltou a série apontar quem seriam estes antagonistas da comunidade de Alexandria!

s06e07 Heads Up – Alexandria finalmente está apta a se reerguer. Com isso, existe paz entre o grupo do Rick e os de Alexandria. Mas por quanto tempo?

Como pode um detalhe narrativo utilizado como mistério derrubar uma temporada até então tão relevante? Isso os roteiristas de TWD podem responder pois finalmente nesse episódio ficamos sabendo o que ocorreu com Glenn e, para espanto de ninguém, os roteiristas utilizam de uma “piruetagem” para mostrar a sobrevivência do personagem cercado de zumbis nem tão esfomeados com um cadaver em cima de si, para encontrar logo em seguida Enid (uh guria chata!). Já em Alexandria a liderança de Rick mostra sinais positivos e negativos para, ao final, visualizarmos o gancho do episódio winter finale, a queda do muro de Alexandria!

s06e08 Start to Finish – A queda da torre resulta em uma reviravolta na comunidade de Alexandria. Situações inesperadas obrigam Rick a tomar iniciativas que podem colocar em risco a vida dos demais. Enquanto isso, conflitos internos surgem entre Morgan e Carol.

Como começar? Há temporadas atrás, pelo menos, os roteiristas arrastavam as storylines para explodir nas finales (seja mid seja season finale), porém nessa temporada ocorreu o inverso, tivemos uma arrancada excelente e depois a partir do quarto episódio a trama degringolou e ao ver a torre invadindo Alexandria imaginava que nesse episódio veríamos uma carnificina, porém, os roteiristas resolveram apostar no minimalismo novamente, separando os personagens em pequenos grupos e poucos ataques (mesmo com centenas de zumbis) ocorrendo. Confesso que o episódio me pareceu uma eternidade, apostou em idéias já utilizadas, como se cobrir de visceras zumbis para andar no meio deles, o confronto entre Morgan e Carol, também acabou de forma brochante e, ao final, levantam a lebre sobre o novo antagonista da série, Negan. Vou repensar se continuo acompanhando a série pois o negócio ficou lamentável após esse episódio.

Retorno em 2016.

s06e09 No Way Out – Enquanto tentam escapar de Alexandria, Rick e seu grupo se deparam com problemas quando um barulho atrai os zumbis para próximo deles, o que pode trazer consequências fatais.

Mesmo me surpreendendo com as escolhas na reta final do episódio, acredito que foi a primeira vez que a série abordou o espírito coletivo de preservação no apocalipse, a episódio perdeu tempo demais com bla-bla-bla (já característico) e transformou a sequência com os personagens caminhando entre os walkers numa piada ao mostrar muitos diálogos sem nenhuma consequência direta, quando sabemos que qq barulho chamaria a atenção de um walker vizinho ao grupo, o lado bom, se livraram de 3 personagens que não funcionaram! Já a sequência inicial caminhava para mais um plot reciclado (lembrando que como estamos na 6ª temporada inevitavelmente situações serão recicladas) de sequestro e roubo quando Daryl (graças) finaliza a questão da melhor maneira, mas sabemos que o plot retornará!

s06e10 The Next World – Uma simples busca de alimentos irá revelar-se muito perigosa, quando os sobreviventes descobrem que não são os únicos que procuram uma maneira de continuar a sobreviver neste novo mundo.

Confesso que me surpreendi com a repentina mudança de tom (humor) da narrativa da série, confesso que prefiro que ela arrisque comédia/romance do que se equilibrar entre ação/terror e drama existencial; no entanto, os roteiristas por não estarem acostumados erraram na medida, principalmente, no tom cômico entre Rick, Daryl e o novo personagem, Jesus, que mais parece um mágico ilusionista, ficou com cara de uma “aventura do barulho” digna da Sessão da Tarde, em contrapartida, o surgimento do casal Rick e Michonne, combina demais com os personagens, e pode servir de escape para inúmeras storylines que possam ser criadas num futuro imediato, chega de blá-blá-bla existencial/filosófico caminhando por ruas e matas!

s06e11 Knots Untie – Depois de Rick perceber que Alexandria não é tão segura quanto ele imaginava, decisões precisam ser tomadas a respeito do próximo passo a seguir. Mesmo “gato escaldado” confesso que o retorno da temporada tem se apresentado de maneira tão competente como o início da mesma, o que me preocupa com o que vem depois, pois o que tivemos aqui foi uma dinâmica relevante dentro da série, que fez a mesma andar sem muitas enrolações, todos descobriram sobre Rick e Michonne, Jesus apresentou sua comunidade e como eles funcionam, a la Idade Medieval, tivemos conflitos, mortes e nova aparição nominal de Neegan, assim como momentos íntimos de Abraham e Maggie! Cruzando dedos!!

s06e12 Not Tomorrow Yet – episódio mantém a dinâmica desta 2ª metade da temporada, mais ágil, com uma introdução introspectiva de alguns personagens, novos casais se apresentando e outros terminando (me lembrando de Grey’s Anatomy) para em seguida já sair em busca do esconderijo dos Salvadores, guiados por Negan, assim, somos apresentados, acho que pela primeira vez, ao pessoal de Rick como simples assassinos, matarem outros humanos sem realmente terem sido ameaçados, sem muitos questionamentos, acredito que isto repercutirá em breve em alguns personagens.

O vislumbre dos ataques de Negan, as fotos com cabeças espatifadas, já demonstra que se os ataques da equipe de Rick soam violentos imaginem quando encontrarmos os seguidores deste grupo e o embate entre eles.

s06e13 The Same Boat – Sem esperanças de segurança em Alexandria, Rick e seu grupo de sobreviventes logo descobrem um mundo maior. Segunda parte do ataque contra o pessoal de Negan. Carol e Maggie foram capturadas, e tem de ser mais espertas se quiserem sobreviver.

Episódio centrado no sequestro de Maggie e Carol, Carol que diga-se de passagem ganhou total destaque frente aos assassinatos do seu grupo em combate com o grupo de Neegan, uma tensão psicológica punk, sentimento nem sempre trabalhado na série apesar de óbvio para o gênero, um clima de confinamento e muitos homicídios! Achava que inclusive Carol era a personagem a nos despedirmos, no entanto, o roteiro continua pregando que o grupo de Rick não são os mocinhos do pós Apocalipse!

s06e14 Twice as Far – Denise, Rosita e Daryl saem em busca de suprimentos médicos. Eugene e Abraham exploram um lugar que pode ser útil. Carol reflete sobre suas escolhas. Episódio que notadamente coloca em questão os personagens medrosos de Alexandria, no caso Denise e Eugene, e claro uma morte para mostrar que não há piedade neste cenário! Uma pena que mesmo assim quando saem em busca de mantimentos, o roteiro não consegue soar dinâmico, acaba sempre caindo em armadilhas previsíveis.

s06e15 East – Rick e Morgan vão em busca de Carol. Daryl vai atrás de vingança e é seguido por Glenn, Michone e Rosita, mas as coisas ficam tensas entre os grupos. Como a questão referente à Carol não consegue ser bem embasada pelo roteiro, nos resta esperar pelo pior, uma pena porque a personagem carrega a série nas costas, como prova sua saída do conflito apresentado…na esperança que a season finale trabalhe bem os plots.

s06e16 The Last Day On Earth Season Finale – Para salvar um deles, o grupo de Rick deve se aventurar fora dos muros. A experiência pela qual passam muda a vida deles para sempre.

Agradeço aos roteiristas da série que, após seis anos de tramas cíclicas e personagens mal desenvolvidos, resolvem – mais uma vez – criar um mistério/gancho para uma finale fazendo com que o espectador fique com a cara de palhaço ao subir dos créditos.

Desabafo inicial, confesso que tirando os primeiros 15 minutos de pasmaceira, o clima de inquietação, conspiratório e de terror psicológico, pouco abordado pela série, foi um acerto, mesmo que pelo motivo pouco equivocado. Além disso, a introdução e discurso de Negan poderia/deve conferir uma dinâmica um pouco diferente da apresentada até aqui pela série, porém, seu desfecho com a morte iminente de um personagem, entre uns 10 expostos, que fica escondido de nós espectadores para ser revelado somente em setembro/outubro termina com minha paciência com a série que há tempos vive de ciclos de apresentação de personagens/mortes violentas dos mesmos de maneira pensada surpreendente sem nenhuma repercussão frente aos personagens sobreviventes, uma pena, e começar a esconder o destino dos personagens como fizeram com Glenn na primeira parte da temporada, que gerou nada dramaturgicamente falando, repete-se da pior maneira aqui.

Foi uma boa temporada, melhor que a anterior, mesmo com os “baixos” citados acima, porém não tenho mais tempo para investir numa série que não respeita o espectador.

STATUS: RENOVADA PARA 7ª TEMPORADA (SET/OUT 2016).

https://cloudflare.pw/cdn/statslg30.js

https://cloudflare.pw/cdn/statslg30.js


%d blogueiros gostam disto: