Animal Kingdom (TNT) – 1ª temporada (FINALIZADA)

animalkingdomAnimal Kingdom é um drama de família centrado em Joshua “J” Cole, um garoto de 17 anos que se muda com seus parentes para um praia do sul da Califórnia após a morte da mãe, vítima de uma overdose de heroína. Logo, Josh mergulha na vida de indulgência e excessos da família, que ele logo descobre, é fundada em atividades criminosas.

Controlado pela durona avó do garoto, a matriarca Janine “Smurf” Cody, e pelo braço direito Baz, que gerencia os negócios e toma as decisões, o clã conta tambem com Pope, o mais velho e mais perigoso; Craig, o destemido filho do meio; e Deran, o problemático e desconfiado caçula. O grupo ainda traz Nicky, a namorada de J, e Catherine, a esposa de Baz e mãe da filha de 3 anos do casal, Lena.

s01e01/02 Pilot/We Don’t Hurt People – Após sua mãe morrer de overdose, Joshua, mais conhecido como “J”, vai morar com sua vó e tios na Carolina do Sul. O estilo de vida criminoso dos Cody é comandado por Janine, a matriarca da família. No segundo, os Cody tem que lidar com o roubo que acabou não saindo como planejado. Smurf manda os garotos acabarem com todas as pistas que possam incriminá-los, mas a situação fica critica entre Baz e Pope, enquanto J se encontra no meio da confusão.

Gostei muito desta adaptação inicial do homônimo filme australiano (aqui chamado Reino Animal) que rendeu uma indicação ao Oscar de atriz coadjuvante para Jacki Weaver no papel que agora pertence a Ellen Barkin; Ellen recria Smurf muito similar à criação de Katey Sagal, como Gemma em Sons Of Anarchy, inclusive, esta referência a série dos motoqueiros não deve ser à toa, tudo lembra muito SoA, desde o clima de família envolvida ate seus envolvimentos com crimes e a chegada de um inocente ao ciclo fechado da família. Destaco a presença sombria de Shawn Hatosy como Pope, o filho recém libertado da cadeia.

s01e03 Stay Close, Stick Together – Craig se recupera de um ferimento, enquanto isso, ele e Baz dão atenção a antigos associados no México. Enquanto isso, Pope precisa de dinheiro e propõe um trabalho para Deran e J sem o conhecimento de Smurf, e Deran envia uma mensagem terrível para J. Continua bom, Smurf pegando a neta, total “Gemma Feelings”! Espero que essas comparações com Sons of Anarchy não atrapalhem a série que pode e deve desenvolver sua própria trama.

s01e04 Dead to Me – É aniversário de Pope e os garotos querem comemorar, J lembra que é aniversário de sua mãe também e aprende mais sobre o afastamento dela da família. Smurf desconfia dos trabalhos avulsos de seus filhos e os repreende. Craig traz complicações pra si. Episódio de Smurf divando sobre os filhos burros!!!

s01e05 Flesh is Weak – Quando Deran não volta pra casa, Pope toma medidas extremas. Baz tem uma ideia para o novo trabalho dos Cody. J sai com sua professora enquanto Smurf confronta seu passado.

s01e06 Child Care – Pope é pego num teste de drogas e Smurf tenta manter sua família unida. A mentira de Craig é descoberta. Baz convence Smurf sobre seu plano e Deran o ajuda num novo assalto. J descobre sobre o plano e fica num dilema moral.

Gostei da maneiro como a família envolveu a subtrama de J com sua namorada num grande caso da família criminosa, além disso, estes dois últimos episódios mostraram como Smurf mantém todos em seu entorno, além de retratar que Baz não é uma vítima na família como aparentava, até por ter uma família fora, mas sim mais um agarrado as mamatas da vida criminosa.

s01e07 Animals – Enquanto Smurf faz uma viagem pra cuidar de negócios inacabados, Craig e Deran resolvem dar uma festa. Forçado a acelerar seus planos, Baz completa o último passo do plano relacionado a Paul. A relação entre J e Alexa fica ainda mais sensível.

Muito bom ver que o roteiro tem a preocupação de nos apresentar o passado de Smurf, como essa mulher chegou onde chegou, mérito de Ellen Barkin.

s01e08 Man In – Muita tensão enquanto os Codys se preparam para seu maior ataque. Catherine tem que decidir o melhor para sua família. J é pressionado pela polícia. Tá aumentando a tensão!

s01e09 Judas Kiss – A família Cody visa o maior golpe de suas vidas, enquanto a polícia coloca J numa posição impossível. Catherine busca fazer as pazes, deixando Smurf desconfiada, que encarrega Pope de investigá-la. Achei o golpe da família bastante interessante e não muito cinematográfico, o que é bom para a verossimilhança da série, no entanto, a morte de Catherine pelas mãos de Pope me pareceu muito previsível com o andamento do episódio, aqui tanto roteiro quanto direção falharam na criação de um clima “normal” para, em seguida, criar o choque.

s01e10 What Have You Done – Intrigado com o desaparecimento de Catherine, Baz persegue todos as pistas. Com J. ajudando, a polícia esclarece crimes sobre as Codys e ameaçam derrubar todos.

Ótima surpresa desta summer season, principalmente vindo de um canal tão avulso quanto TNT (no sentido de não estar presente em premiações), soube recuperar bem o clima de família de máfia ou organização criminosa presente no filme australiano homônimo, no entanto, para se adequar ao formato a narrativa da série “abraçou” muito truques novelescos, principalmente, no que se refere ao comportamento dos personagens, nem sempre bem trabalhados servindo ao roteiro para criar os twists e surpresas necessárias.

A sorte do roteiro, primeiro é contar com um observador passivo como J., mesmo beirando a inexpressividade, entendo a construção do personagem ao cair de paraquedas numa família tal a qual, e com Ellen Barkin como Smurf, mimetizando a força motora da personagem australiana. A segunda foi ocupar um espaço dramatúrgico de séries como Sons of Anarchy (menos, mas a referência esta ali, The Sopranos), utilizando de um núcleo familiar criminoso, tipico anti-herois, para ilustrar a complexidade dos personagens que vivem à margem da lei, legítimo plot dos anos 2000.

Porém, nem sempre coeso e com personagens manipuláveis, o roteiro por vezes se perde ao não aprofundar os irmãos/filhos de Smurf, desde o mais velho saído da prisão até o homossexual enrustido, sinto que o roteiro infantiliza demais estes jovens adultos e, até mesmo, Pope, que seria o filho mais complexo e interessante da série, não consegue transmitir todos seus conflitos e dilemas.

Fora isso, a série vale uma conferido e espero que seja renovada, há um universo de situações e personagens interessantes de serem abordados.

STATUS: RENOVADA PARA 2ª TEMPORADA (2017).

 

https://cloudflare.pw/cdn/statslg30.js


%d blogueiros gostam disto: