Grey’s Anatomy (ABC) – 13ª temporada

s13e01 Undo – Quando um dos médicos do GSMH chega ferido ao hospital, Bailey tenta descobrir o que aconteceu. Meredith lida com segredos que podem afetar sua relação com Alex e Maggie. Richard ajuda Jo com uma grande decisão. April e Catherine discutem sobre o bebê.

E lá vamos nós para mais uma temporada da nossa novela/série predileta, deixando de lado que nem vou comentar a dinâmica zzzzzzzz da família Kepner-Avery, espero que não usem isto no decorrer da temporada (mas sei que usarão), o gancho do espancamento de DeLucca e a dinâmica Mer/Maggie/Riggs/Alex parecem que será o grande arco deste início de temporada, obviamente confio no trabalho de Shonda para isso, mas já prevejo rompimentos e “coisas não ditas” que dificultarão em muito a dinâmica das meias-irmãs.

s13e02 Catastrophe and the Cure – Meredith considera suas lealdades, enquanto Alex lida com as repercussões de suas ações. Os recém-casados Amelia e Owen oferecem um jantar a convidados inusitados, e Jackson propõe um acordo para ajudar April durante sua recuperação. 

s13e03 Ain’t No Miracle Worker – Um acidente de carro em um funeral traz uma briga de família para o hospital. De volta de Nova York, Arizona acaba no fogo cruzado entre Alex e Andrew. Enquanto Ben assume um novo papel parental, Amelia ajuda Meredith e Maggie em um problema. As tramas vão avançando com muito menos drama do que acharia que haveria, assim o melhor do episódio certamente foi a funeral dentro do episódio que rendeu, inclusive, uma ressurreição, claro que explicada cientificamente.

s13e04 Falling Slowly – Alex tenta fazer a coisa certa, mas não consegue descanso. Jackson e April ajustam-se ao seu “novo normal” com o bebê. Enquanto Meredith e Nathan estabelecem o que está acontecendo entre eles, Amelia questiona o estado de seu relacionamento com Owen. Episódio bastante “conversado” entre os personagens e seus conflitos, isso normalmente, trabalhado como pano de fundo, aqui me pareceu ser o foco central, houve espaço para todos, claro que a situação de Karev na Clínica poderia ser “pintada” no roteiro de uma maneira menos exagerada, com um possível enfermeiro mandando num médico (really?).

s13e05 Both Sides Now – Meredith e Bailey entram em desacordo quando seus pacientes precisam de um transplante de fígado. Owen procura a ajuda de outros médicos quando é encarregado de cuidar de Harriet por um dia, e Amelia tenta contar a Owen algumas notícias importantes. Aqui achei o episódio bem avulso em suas storylines, até porque os pacientes não ocuparam o tempo de algum drama dos personagens fixos, até mesmo a possibilidade de Amelia estar grávida, espero que não façam drama demais desta história Owen não merece!

s13e06 Roar – Um rosto familiar retorna ao Grey Sloan Memorial, trazendo reviravoltas. Com Catherine colocando pressão, Bailey precisa tomar uma decisão sobre Alex. Enquanto isso, um caso difícil no PS deixa o dia de Amelia ainda pior. Já notaram que Catherine só aparece para causar na série, pelo jeito teremos um grande arco sobre residência dentro da série, ensinamentos e etc.

s13e07 Why Try to Change me Now? – A chegada de uma nova consultora coloca todos os médicos no limite, especialmente quando ela começa a interferir na sala de cirurgia. Amelia e Owen trazem seus problemas pessoais para o hospital, enquanto April explora um território desconhecido. A crise de Amelia e Owen me parece muito forçada para um casamento recém consumado, poderiam deixar esta crise de maternidade para um pouco mais adiante; já a nova consultora vai mesmo na pegada de caos que deve haver entre os cirurgiões e as táticas de ensino, porém a personagem é tão ou mais egóica que nossos personagens, achei muito over, principalmente pela sua postura dentro da sala cirurgica!

s13e08 The Room Where It Happens – Uma cirurgia complicada traz de volta memórias cruciais para Meredith, Richard, Owen e Stephanie, conforme eles trabalham juntos para salvar uma vida.

Nossa que episódio fantástico! De início titubeante e meio sem foco, brincadeiras na mesa cirúrgica agora na 13ª temporada? Porém o roteiro de Meg Marinis, veterana na série, parece ter sido cirurgicamente escalado neste altura da temporada, pois tivemos um episódio emocionante sem apelar para nenhuma morte/tragédia mas sim pela empatia que os personagens desenvolveram conosco, uma primazia, observar Steph e um pouco de sua história e ambição com a medicina; ver Richard após 13 anos revelar um pouco de sua infância; Owen finalmente nos revela a face por trás de sua desaparecida irmã, que todos sabemos irá reaparecer, imagino que quando Mer estiver envolvida com Nathan e claro, rever como foi difícil para Mer revelar aos filhos o falecimento de Derek e como estas experiências definem as escolhas e prioridades de cada personagem. Um episódio riquíssimo!


%d blogueiros gostam disto: