Fear the Walking Dead (AMC) – 1ª temporada (FINALIZADA)

S1FTWD-Cartaz1Contextualizada no mesmo universo de The Walking Dead, a série Fear The Walking Dead é um drama que explora o início do apocalipse dos mortos-vivos através do retrato de uma família em crise. Situada em uma cidade aonde as pessoas vão para escapar, para esconder seus segredos e enterrar seus passados, a trama mostra que um súbito surto ameaça perturbar a pouca estabilidade que resta à supervisora de Ensino Médio Madison Clark e ao professor de inglês Travis Manawa.

A pressão cotidiana de unir as duas famílias, lidando com crianças que cresceram cheias de ressentimento, precisa ficar em segundo plano quando a sociedade começa a ruir. Com a necessidade de evoluir, em um cenário em que somente os mais aptos sobrevivem, a família disfuncional deve se reinventar ou se entregar às suas histórias obscuras.

s01e01 Pilot – Uma família muito problemática é forçada a permanecer unida quando percebem que um vírus noticiado é na verdade o começo do apocalipse zumbi.

Quando os responsáveis pelo spin-of comentaram que a série seria mais lenta que TWD, chega dar um susto, no entanto, passado o piloto dá para notar qual a pegada que a série irá explorar e que seus personagens irão enfrentar: o conflito do caos. Aqui, veremos todo o processo pelo qual a turma de Rick já está calejada, confusão, desinformação e perdas (muitas perdas). Achei interessante que o roteiro conseguiu trabalhar os 4 personagens centrais, por enquanto, de maneira complexa e bastante humana, ter sido um drogado a ter visto primeiramente um zumbi chega a ser surreal de humor negro, pois claramente um drogado tem tudo para ser um walker e também no que se refere a idoneidade do testemunho do mesmo, sendo que Frank me conquistou já no piloto. O restante do elenco também está ok, a dúvida é como o arco dos personagens irá caminhar (assim como a devastação da sociedade) no retrato rotineiro da série. A conferir…

s01e02 So Close, Yet So Far – Madison tenta impedir que Nick tenha uma recaída; Travis sai em busca de seu filho antes que Los Angeles sucumba.

O que aconteceu nesse episódio é o que mais me preocupa frente ao ritmo e decisões que o roteiro pode tomar daqui pra adiante, digo isso, pois acho muito inverossímil o caos estar imperando e Madison (vou utilizá-la como exemplo) não revelar para sua filha o que presenciou (duas vezes), nem que seja somente para alertá-la, assim o roteiro utiliza um truque dramatúrgico de falta de diálogos/debate para prolongar uma situação de suspense/tensão. Se o estudo de personagem, Nick, foi deixado de lado nesse momento, o roteiro protagonizou o caos urbano nesse episódio, pelo menos os primeiros movimentos dele, espero que a temporada saiba trabalhar tanto o drama quanto o suspense de maneira mais equilibrada.

s01e03 The Dog – Após escaparem de um tumulto, Travis, Liza e Chris se abrigam com os Salazars na casa de Madison. A série tem apostado numa dinâmica até aqui um pouco estranha, abriu mão do ritmo frenético mas também não tem investido no estudo dos personagens, então ainda introdutória, falta liga! A sequência envolvendo a vizinha foi bacana, mostrando o potencial de choque-revolta-desinformação pode gerar nos personagens.

s01e04 Not Fade Away – Madison e Travis vêem lados diferentes da ocupação do bairro pela Guarda Nacional. Ao mesmo tempo, a família tenta se adaptar ao novo mundo. Quando achava que a série daria um passo pra frente, com a possível fuga da cidade, a chegada da Força Nacional deu uma segurada na dinâmica familia vs. zumbis, o que se viu nesse episódio é a personalização dos conflitos frente a autoridade dominante e a falta de informações do cenário atual, assim o conflito ficou intrafamiliar e, confesso, que se bem trabalhado esse deve ser o maior acerto da série (justificando sua existência). PS. Notem que não tivemos nenhum zumbi/infectado nesse episódio.

 s01e05 Cobalt – O plano da Guarda Nacional para a vizinhança é revelado. Enquanto isso, Travis e Madison tomam uma decisão difícil. A subtrama da tomada da Guarda Nacional é o primeiro conflito externo dos personagens vivenciando o apocalipse, no entanto, não creio que esse conflito é muito diferente do pessoal pós apocalipse, uma pena poderiam abordar diferentes aspectos dessa longa introdução ao universo TWD!

S01e06 The Good Man Season Finale – Enquanto a insatisfação civil cresce e os mortos vivos tomam o controle, Travis e Madison tentam descobrir maneiras de proteger suas famílias.

Confesso que chego à finale pouco decepcionado com os caminhos abordados pela série, se em the Walking Dead tínhamos na linha temporadal de que Rick havia despertado após 6 meses do início do apocalipse, achava que Fear abordaria o colapso social durante esse período e o início de TWD que já conhecemos, seria o mais relevante.

Ao terminar essa temporada, curta, diga-se de passagem, praticamente o caos social já esta instalado, o Estado aparentemente já não existe ou comanda, os serviços básicos também, e o poderio militar já está em fuga (para onde não sei). Portanto, a série se não souber se reinventar, no que tange sua abordagem, seria somente TWD com novos personagens e cenários diferentes. Essa série eu não preciso ver, até porque, do contrário o universo zumbi do canal AMC viraria uma novela com exibição o ano todo e, nesse caso, prefiro acompanhar séries!

PS.: realmente acredito que o melhor personagem até aqui, o drogadito Nick, perdeu fôlego, claro que por culpa do roteiro.


%d blogueiros gostam disto: