House of Cards (Netflix) – 2ª temporada (FINALIZADA)

HouseofCards2-418x620s02e01 Chapter 14 – Os Underwood lidam com duas ameaças que podem arruinar seus planos. Francis treina seu substituto. Claire assume uma estratégia ofensiva.

Retomando o universo sedutor de Frank Underwood, confesso que em meio a tudo que acho empolgante, principalmente pelos bastidores políticos serem similares no mundo todo, acho temeroso a série apostar em Frank tomando algumas atitudes muito, mas muito dramatúrgicas, como assassinar inimigos/desafetos, acredito que isso enfraqueça o personagem que prima pela manipulação e discrição, acharia mais plausível ao personagem contratar/comprar pessoas para chegar a esse fim.

Dito isso, episódio excelente, com um twist digno de season finale, morte de personagem relevante, e uma nova configuração de bastidores se mostra com a chegada de Frank à Vice Presidência, sem deixar de mencionar que o roteiro não esqueceu de mostrar porque Claire é esposa de Frank na arte de “fuder” personagem sutilmente, sem sujar as mãos.

s02e02 Chapter 15 – Como vice-presidente, Francis coloca a China na linha de fogo. Claire enfrenta um doloroso trauma do passado (meio que fora da dinâmica da série, se serviu para humanizar a personagem, normalmente com comportamento frio, não teve êxito). Lucas continua buscando esclarecer as verdade sobre Frank.

s02e03 Chapter 16 – A tensão aumenta entre Francis e Raymond Tusk com a precária situação na China. Uma batalha no senado coloca Francis contra os republicanos. Os bastidores da votação no Senado beiram a genialidade política do roteiro, extremamente bem executada e mostrando os absurdos da lei; já Lucas começou a me cansar com as teorias de conspiração.

s02e04 Chapter 17 – Uma ameaça de terrorismo no capitólio reúne Francis e o ressentido Donald Blythe. Claire dá uma entrevista ao vivo que abala a mídia. Enquanto soa para fazer passar o projeto de aposentadoria na Câmara, Francis vê sua esposa relembrar o caso de assédio do militar “medalhado” por Francis episódios atrás para justificar a escolha por não ter filhos; como estranho o comportamento de Claire, ainda não consigo dimensionar do que a personagem é capaz, seja para se proteger seja para proteger Francis. Ótimo episódio!

s02e05 Chapter 18 – Francis negocia em segredo com um bilionário chinês. Lucas adota medidas extremas para expor o vice-presidente. Uma figura suspeita se une à equipe de Underwood.

s02e06 Chapter 19 – Durante uma crise de energia, Francis e Tusk encerram sua turbulenta aliança. Lucas precisa fazer uma difícil escolha. Stamper aproxima-se de Rachel. O foco dessa primeira metade da temporada tem sido o embate manipulativo entre Frank e Tusk em torno do Presidente, porém, por vezes acho muito inverossímil essa questão passar a margem do mesmo, nesses momentos, nos quais se torna muito dramaturgico, acho que a série perde força!

s02e07 Chapter 20 – Apesar dos atritos, os Walker fortalecem sua amizade com os Underwood, mas a guerra entre Francis e Tusk continua. Fazia tempo que esperava uma aproximação à figura do Presidente e sua esposa, esse episódio serviu pra isso, além de confirmar que dupla Frank e Claire rendem juntos.

s02e08 Chapter 21 – A guerra contra Tusk se intensifica. Claire influencia Tricia Walker na esfera doméstica e política. Francis e Linda Vasquez acabam dizendo o que pensam um do outro. Adorei a passagem de Linda e como ela se colocou contra o posicionamento de Francis, ótima sequência!

s02e09 Chapter 22 – Tusk surpreende os Underwood com um escândalo. Freddy e sua churrascaria acabam envolvidos na confusão. A busca pelo derrubar Francis deve render uma bela dor de cabeça à Tusk, como homem de poder, imagino a cadeia, como série dramática, uma possível morte, são estes excessos, aqui representados, pela morte do pobre passaro, que não considero a série a melhor atualmente (isso que estou fazendo maratona), isso enfraquece a contexto verossímil da mesma e das situações por ela exploradas. Já a maneira de Tusk abater o casal me soou admirável, foi do pessoal feminino ao pessoal de Francis, o que sobre somente como dica, qual seria o contexto familiar do Francis…

s02e10 Chapter 23 – Com um impasse militar no exterior e ameaças de tumulto no país, Francis tem as cartas para acabar com Tusk de uma vez por todas. Claire e Jackie Sharp se desentendem. Na reta final da temporada foi dada a largada para o enfrentamento final envolvendo Francis e Tusk, com o nome do Presidente, a líder dos democratas, o lobista, a repórter e ninguém pode prever o que isso irá acarretar na vida dos envolvidos. O jogos esta aberto e essa previsibilidade dá um “up” na temporada, o jogo político sem sombra de dúvidas é um jogo sedutor e envolvente!

s02e11 Chapter 24 – Uma promotora de justiça interroga Francis sobre os bastidores do dinheiro envolvendo a Casa Branca, Feng e Tusk. Remy Danton tenta manter suas opções abertas. Stamper luta contra seus demônios. Ótimo episódio sobre os bastidores do depoimento de Francis, poucas vezes tão acuado como nesse momento da temporada, além disso, tivemos um “menage a trois”, retratando o que imaginava que era o casamento dos Underwood! 

s02e12/13 Chapter 25/Chapter 26 Season Finale – Francis se vê excluído e Claire faz um difícil sacrifício. Stamper tenta recuperar o controle; na finale, Congresso, opinião pública e imprensa clamam por um impeachment de Walker. Frank jura solenidade ao presidente. Stamper é chantageado e decide levar Rachel para outro esconderijo.

Nossa, claro que estamos falando de dramaturgia, porém opnião pública é negocio serio em solo americano e ver somente que por mentir para o Judiciário o Presidente é obrigado a renunciar para não sofrer um processo de impeachment, fala muito da sensação de descaso com o qual os políticos brasileiros tratam o povo em geral. Imagina se a coisa funcionasse assim por aqui, não sobrava um em cargo executivo!

Sobre a série, teve uma temporada muito boa, um pouco abaixo da primeira, principalmente, pelo excesso de twists exagerados (como Frank atirando na jornalista e a armadilha na qual Lucas caiu), porém todos os embates políticos, discussões, manipulações e demais eventos são muito bem orquestrados pelo roteiro, claro que a direção acerta no tom, impresso lá na primeira temporada ainda, e o elenco é um show à parte, tanto Spacey quanto Wright dão um show, nessa temporada tivemos mais tempo com o Presidente (bem representado), somente o personagem Remy ainda não encontrou o tom, mesmo o personagem tendo ganhado novos nuances nessa temporada.

Na expectativa pelo novos conflitos que enfrentará e criará a gestão Underwood na Casa Branca!

STATUS: RENOVADA PARA 3ª TEMPORADA (FEV. 2015)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: